sexta-feira, 31 de dezembro de 2010


Nosso mundo
é nossa aldeia

No encerrar deste ano, agradeço a vocês todos, meus queridos leitores. Gostando ou não do que escrevemos, são vocês que nos pagam, portanto, lhes devemos respeito e obrigação, desejando um ótimo ano novo e que sigamos juntos por muito tempo.

Este ano foi de muito serviço para todos nós, do qual não me queixo. Sou viciado em trabalho embora saiba que, às vezes, uma desacelerada faz bem à saúde. E pra quem não sabe, em certa fase da minha vida, experimentei um violento estresse.

Para o ano vindouro temos planos mil, pois faremos nossos 18 anos. Serão festas e mais festas, trabalho e mais trabalho sempre falando em vocês e para vocês. O Expresso é assim, amigos. Escreve aquilo que Santiago quer ler, que a região quer saber. Publicamos as pessoas para as pessoas verem, se verem...

Não temos anseio em viajar e noticiar o mundo, pois o nosso mundo é aqui. O que fizemos, de fato e pelos fatos, é tentar seguir a sentença do escritor russo Léon Tolstói: "Conheces a tua aldeia que conhecerás o mundo."

Feliz 2011, Santiago e região

Marcas do que se foi...

E ainda será...








Estava aqui raciocinando e respirando, eu mais o João, meu filho, e vendo um sapo baldoso abocanhar um montão de petiscos abaixo da luz, e viajei no tempo, revivi 2007. Sim, lembrei do Neco, do Diniz, Chicão, do Prates, nossos políticos que seguem o curso natural da vida, menos o nosso Neco, que ainda se recupera do mal que lhe afligiu no início de 2010 e do Prates, que morreu há poucos anos. Revejam algumas imagens:

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Trânsito:
falta o rotativo ou ética?

Tanto se debate a falta de estacionamento em Santiago, tanto se fala numa empresa para cobrar pelas vagas no centro (rotativo) e nada é resolvido. E tomem carros novos nas ruas todos os dias. Também, são mais de 15 revendas, fora os puxadores, que trazem carros de São Paulo, e estes, sem descontar o mínimo de imposto.

O assunto ainda vai se arrastar talvez até a metade de 2011 ou mais, pois além das dificuldades de encontrar empresa que queira topar a parada, há vereadores jogando pra torcida, se dizendo contra o rotativo, quando na verdade, a maioria dos motoristas é favorável. Eles entendem que só assim teremos disciplina, acima de tudo.

Sabe-se que são os próprios funcionários de empresas e até os proprietários que tiram vagas de clientes, deixando seus carros ali o dia todo. Nós, do Expresso, estacionamos mais longe, menos na frente das outras empresas. O problema é que os das outras usam a frente da nossa. Viram, como não dá? Só que arda no bolso para resolvermos essa terrível falta de ética.

Parabéns à polícia


Já são cinco presos na megaoperação policial em São Chico, envolvendo as polícias militares e civis da região. Os envolvidos cometam crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas entre outros.

Sabe-se que é amargo passar um fim de ano na cadeia, mas é pra ver que o crime não compensa. Portanto, parabéns ás nossas forças policiais.
Nunca estivemos tão bem representados. Em São Chico, dizem que até empresários foram presos. A cobertura completa estará no Expresso.

Cruzeiro com as
contas quase em dia


(por Paulo Maia)

A última edição da Copa Santiago não foi satisfatória para o estrelado santiaguense, pois ficaram cerca de 25 mil em dívidas. Conforme o presidente Chicão, durante o ano, o clube conseguiu pagar cerca de 10 mil e o dinheiro da primeira renda será usado para quitar o restante.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O retorno


Alguns servidores em cargos de confiança do governo Yeda retornam a Santiago, dentre eles, Ivana Genro, que já se apresentou na escola Isaías.

Lá, ela deverá ficar num cargo de coordenadoria, pois a sala de aula será pequena para os eu talento e experiência.

Vulmar Leite, nosso ex-prefeito, também deve retornar a Santiago. Falando nele, hoje é seu aniversário. Parabéns!

Algumas do dia

É quarta-feira e tudo parece estar calmo em Santiago. Só parece. Claro, o comércio ainda está em ritmo mais lento do que antes do Natal, embora algumas lojas estejam fazendo promoção jamais vistas em tempos natalinos.

Achei graça ao saber que o Bianchini pensava que o pessoal da chapa do Pelé estaria nervoso, na expectativa do seu voto para presidente da casa. Ele fez e aconteceu e acabou colocando quase todos os vereadores no bolso em 2010.
No frigir dos ovos, votou mesmo com o PP. Eta "D'ferro" véio.

Estive no lançamento das unidades de saúde, ambulâncias. Gostei de ouvir os líderes dizendo que a parceria entre prefeitura e hospital foi boa. Ótimo! É assim que se fala, amigos "RRs" - Ruivo e Rúderson.

E não esqueçam, no Expresso no Ar de sábado, cobras e lagartos de ano-novo. Assunto, trânsito e Tritícola.

E na segunda edição do ano, ou seja, no próximo Expresso no Ar, fora este sábado, está confirmada a presença do nosso novo presidente da Câmara, o Pelé. Queremos ouvir seus planos para 2011.



No Expresso, em breve


O Mateador
do Rio Grande

Édson Vargas, ex-vocalista de Os Mateadores, passou um ano às mil maravilhas. Cantou em todo o estado, de ponta a ponta nos mais famosos festivais, lançou disco, DVD... E pra 2011 ele apresentará novos trabalhos, dentre deles talvez saia os maiores sucessos do seu antigo conjunto que foram gravados na sua voz. E mais: na próxima edição, Vargas vai estrear no jornalismo, com sua coluna aqui no Expresso. É mais um presente para os leitores, uma aposta do jornal na credibilidade e talento do “Mateador do Rio Grande”.

Artigo do dia


Ferva a água
pro seu mate

Há tempos eu questionei meus amigos aqui no Expresso de que a água pro mate pode e até deve ser fervida. Os dois teimosos, o PC e o Denilson, disseram que não, que o mate ficaria lavado. Aí, ponderei que era só deixar esfriar um pouco e deu. Eles insistiram na ideia de que o chimarrão não ficaria espumado. Tá bom.

Nesta semana o escritor David Coimbra ensina exatamente o que eu dissera a eles, observando em Zero Hora que a água deve sim ser fervida, pois só com 100 graus é que morrem todos os micróbios e finaliza: “E não venham me dizer que água fervida tem gosto diferente. Não tem. Água é água. Incolor, inodora e insípida”.

ORRE, BEM FEITO!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Bomba, bomba!


Tritícola, do colapso
para a quase salvação

Um dos entrevistados do Expresso no Ar deste sábado será Rúderson Mesquita, administrador da Cooperativa Tritícola. Saibam o que ele dirá no programa da Central, das 10 ao meio-dia:

“Antes, havia meia-dúzia que se intitulavam donos da Cooperativa, que fizeram e aconteceram e agora está tudo na polícia. Eles davam crédito a quem não tinha bens em condições de arcar com o compromisso, ou para quem já estava endividado."

19 milhões perdidos

"Quando assumimos, havia 23 milhões para receber. Dinheiro que estava na rua. Mas isso foi só na palavra, pois na verdade, 19 milhões foram perdidos, pilhas de cheques e CPRs, dívidas prescritas que não foram cobradas em tempo certo. Estamos executando todos os devedores, sem exceção, mas o retorno ainda é pouco."

Fazemos nossa parte

"Estamos fazendo a nossa parte: fechamos as torneiras, os controles internos funcionam e agora existe balanço. Reestruturamos tudo e estamos tendo uma boa resposta do produtor, mas poderia ser melhor. Hoje temos o apoio em massa do pequeno produtor e a maioria dessa turma que está incomodada, é justamente quem deve para a empresa. Muitos desses que não saem de lá reclamando, podem até não dever, mas um parente dele é quem deve."

Mercado está forte

"Pegamos o mercado sem nada e sabemos o cliente quer variedade, preço, qualidade. Hoje temos tudo isso. Nossos apelos estão sendo atendidos. Triplicamos o faturamento, mas há muita dívida ainda."

No Expresso

Cruzeirinho

Em janeiro, a bola volta a campo pela Copa Santiago e, desde já, a reportagem perguntou ao “Mimoso”, que também é líder do Cruzeirinho, quanto o estrelado ainda deve do último torneio. A resposta foi um passe: passou a bola pro presidente Chicão. Acabamos não sabendo de nada.

Festival


E falando em atraso, quando teremos em mãos o disco do nosso grande festival de Santiago? Por que não falam com o Cadaval, o Espinosse e até com o Gonô? Eles gravaram uns quantos, facinho, facinho...

Comentário

"Será que o Vereador Pelé esqueceu do funcionalismo, se me recordo ele é funcionário tbm, nunca na vida um professor ganhou tão mal como nos dias de hoje, tenho 23 anos de serviço Nível 6 no estado e 3 no Município de São Chico e ganho entre os dois, 3 salários mínimos e meio, pagando mal o funcionalismo qualquer governador deixa dinheiro em caixa, mas a qualidade de serviço dos seus funcionários deve deixar dúvida né, Pelé?" (Anônimo).

Esta mensagem foi em contraponto àquela frase do vereador Pelé elogiando a Yeda, como um dos melhores governos dos últimos anos.

Só Santiago tem uma
ambulância assim

A Prefeitura de Santiago é a única do Estado a ter uma ambulância UTI equipada para transferência de pacientes (inclusive crianças) em estado grave. O investimento é de mais de 300 mil reais, valor considerado irrisório devido à utilidade, pois nos casos que ambulância semelhante foi necessária, a prefeitura chegou a pagar 12 mil de aluguel por apenas uma viagem.

Samu começa
a funcionar

Santiago está entre as cidades contempladas com uma ambulância Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O serviço será implantando hoje (terça) e administrado pelo hospital através de convênio com a prefeitura. A Samu de Santiago é uma unidade básica (sem médico) e terá com seis técnicos de enfermagem e seis motoristas, que trabalharão em turnos de seis horas.

Atendimento
pelos 192

A solicitação da Samu deve ser feita, obrigatoriamente, pelo telefone 192, que será atendido numa central em Porto Alegre, por 40 médicos. A pessoa terá que dizer o que está sentindo, dar o número de um documento (CPF ou Identidade), para checagem. Comprovado a emergência, a ambulância chega até o doente em até cinco minutos, em média.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Leia no Expresso:


Pintou uma ideia:
Denilson resolve o estacionamento

Faltam vagas em tudo, seja no estacionamento, no atendimento à saúde pública ou no bom emprego. A solução pra tudo ninguém tem, mas para o estacionamento, o Denilson Cortes deu um jeitinho.

Enquanto uns se descabelam para contratar uma empresa que empreite o serviço do rotativo, o jornalista lembra que apenas um galão de 20 litros de tintas resolve.

Simples, como todas as grandes ideias, esta prevê a pintura de todos os espaços de estacionamento, principalmente dos oblíquos.

Na sua concepção, o lugar estando demarcado, todos colocariam seus carros nos devidos espaços. Não seria como acontece hoje, quando ficam muitos vãos desnecessários entre os veículos.

Ponto pros bacharéis

No Recife, o desembargador federal Vladimir Souza Carvalho apontou que a prova da OAB fere o princípio da isonomia, que dentre as finalidades da OAB não está a prerrogativa de conceder aos bacharéis a sua carteira, pois os mesmos já obtêm diploma da Instituição de Ensino, devidamente registrado no MEC.


Pelé, presidente

O vereador Pelé é o novo presidente da Câmara de Santiago. Antônio Carlos dos Santos Gomes volta à presidência depois de ter ocupado o cargo em 2002.
Agora, realmente, creio que Bianchini finalmente vai deixar de ser o co-presidente, não é, amigo Davi?

Marquinhos é o vice. O Davi é o secretário e, desta vez, não precisará ter poder de mando.

A oposição indicou Arlindo, com Diniz de vice e Bassin como secretário. Será que esperavam pelo voto do “De Ferro”? - sim, porque em caso de empate, ganhava o mais idoso, ou seja, o Arlindão.

Em São Chico
deu Silon Falcão

Silon Falcão Vieira (PTB) é o novo presidente da Câmara de São Chico. Ele teve o apoio do PDT, PMDB e outro acordo envolvendo o PT, que assumirá a Assessoria Jurídica.

Ainda sobre a eleição do Silon: a chapa foi Silon presidente, Cria, vice, Mauro, secretário, Paulinho, 2º secretário.

O PP, sem o Silon, decidiu votar os 4 votos em branco e o Fábio e o Lone se retiraram da sessão antes da contagem dos votos.

Último Natal

Os jornais de hoje divulgam números assustadores; 23 pessoas assassinadas no Estado neste feriarão. Outras 17 morreram nas estradas gaúchas e mais cinco afogadas em praias de mar e de rio.

Natal em casa


Esta senhora aí é a minha querida vó Joselina, lá do Salto Jacuí. Pessoa muito amada por todos. Ela é vó da Suzana e da Sandra, portanto, minha também.

Meu Natal foi maravilhoso, pois passei com a família e amigos. De que mais eu preciso? Só lamento pela "comizanha" exagerada e bebida um pouco também.

Na virada para o Natal, muita emoção e até choro, coisas que fazem parte da vida, pois lembrei que este foi o primeiro Natal sem minha mãe.

No outro dia, almoço entre os de casa. O local escolhido foi o nosso quiosque, nos fundos mesmo, ali em baixo das frondosas árvores que tanto defendo.

E como todo o bom brasileiro, segunda eu começo um regime. Pelo menos até as festas do fim de ano eu me controlo um pouco.

Santiago é Santiago

Nesta terça teremos uma espécie de inauguração da Samu e Unidade Neonatal. Uma será a cargo do hospital e, a outra, da prefeitura. Parabéns aos administradores das duas instituições e a todos nós, santiaguenses.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Natal em família

Meu Natal foi maravilhoso, pois passei com a família e amigos. De que mais eu preciso? Só lamento pela "comizanha" exagerada e bebida um pouco também. E como todo o bom brasileiro, segunda eu começo um regime. Pelo menos até as festas do fim de ano eu me controlo um pouco.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Meu Natal inesquecível


Não gosto de coisas manjadas, termos da moda, e cheguei a dizer aos meus colegas que não escrevessem nada sobre o “verdadeiro sentido do Natal”. Essa expressão está muito batida. Mas mordendo minha própria língua, resolvi escrever sobre o tema, mas de uma forma diferente, contando sobre os presentes e brincadeiras, porque esse é o sentido para as crianças.

Corria o ano de 1975 e eu morava em Panambi, com a minha tia Otelina - uma velha conhecida de quem leu os relatos no meu livro. Era Natal e, mesmo sendo pobre, a tia sempre dava jeito numa cestinha com doces e nalguma roupa nova. Mas o que eu mais queria era jogar futebol com os amigos do bairro, porém, a bola havia furado. Como nos presentes não havia uma, resolvi sair e comprar, pois havia ganho uns trocados limpando pátios. Mas o campo, como era de chão duro, não permitia jogo descalço. Então, pensei:
- Vou ter que comprar umas “congas” também -.

E assim eu fiz, só que, para baratear as compras, escolhi uma bola de plástico (daquelas que chupava a pele onde pegasse). Azar! O importante é que consegui a bola e o tênis. Lá me fui reunir a turma e fomos pro jogo. Passamos o dia inteiro jogando e, quando o calor estava demais, nos refrescávamos num açudinho de sanga que nós mesmos fizemos ali perto. Esse foi um dos meus melhores Natais. E ninguém ligou que a bola fosse de plástico, pois todos passamos fazendo o que mais queríamos, e com os amigos dos quais nós mais gostávamos.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Pronta?


Pelo jeito virou moda inaugurar coisa por metade. O Lula, em sua última viagem ao Estado, como presidente, inaugurou o novo trecho dessa rodovia (101) dada por pronta, mas pronto mesmo só o túnel dela e alguns trechos duplicados, ou vocês ainda duvidam de mim olhando esta imagem?
( A crítica me foi passada pelo fera aqui da redação, o meu amigo Denilson)

Novidades


A sensação do momento é o disco do Gonô. Baita seleção musical! Pena que eu não recebi um, só vi a capa, por sinal, distorcida. Mas como dizem, há malas, digo, males, que vêm para bem. E não é que o Gonô ficou muito mais bonito?

Agora vocês viram o porquê das minhas críticas contra o festival, o grande Festival da Música Crioula de Santiago, que até agora não lançou seu disco. O Grito já saiu, vai sair de novo e tudo com disco. Em Santiago, neca de pitibiriba. Sugestão: contratem o Gonô, da Central FM. Garanto que ele dá um jeito de fazer um disco.


Riam, se puderem


Poucas e boas...


Lavando a égua

Nossa mãe! Montamos mais de 100 páginas de jornal. Eta equipe boa esta minha. Obrigado, colegas, por mais uma semana de serviço intenso. O Expresso somos todos nós. Obrigado, comunidades regionais, pelo apoio e confiança.

Ontem ou anteontem, reuniram-se para falar do som alto demais. Agora mesmo eu vinha do calçadão, pois fui aparar o cabelo, e passou um ônibus a mil, de goela aberta. Tapei os ouvidos, olhei pro veículo e li "Perico". Tive vontade de pedir para alguém mudar as letras para "perigo" (aos ouvidos).

Viram, como segue o baile?

A jogatina dançou em Santiago. Como é bom ter delegado novo. Eles chegam e não querem saber se é amigo do fulano, do beltrano, se patrocinou site de alguém. Nada disso. Todos marcham.

Como eu disse no programa: este delegado Arigony não é delegado de "carreira", é de serviço mesmo. E agora, com essa penca de novos agentes, não tem páreo para os bandidos e a comunidade é quem vai lavar a égua.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Em Capão do Cipó


Aí estão os colegas da imprensa regional, todos juntinhos, bem sentadinhos, lá em Capão do Cipó. Todos eles foram homenageados pela Câmara, na pessoa do vereador Ibanez Garcia, que também brindou aos ex-vereadores e inaugurou o plenário da casa, que ficou muito bonito. Jóia, jóia. Capão do Cipó merece. Parabéns, vereadores e colegas de imprensa. Agradeço ao Denilson, que me representou.

Artigo do dia


Cães, som, lixo...
Até quando?

Nós vamos passar mais 20 ou 30 anos e Santiago e São Francisco, cidades com a mesma idade, seguirão falando em problemas com o lixo nas ruas, cães vadios, som alto demais, estacionamentos... Admiramos a palavra conscientização, mas, cá pra nós, ela poderia demorar menos a fazer efeito?

Canil resolve?

No caso dos cães, Santiago bateu, bateu e agora temos um canil. O problema, é que ele não vence a dar guarida a todos os bichos que lá desovam. Nesta semana mesmo, um morador ligou pra Rádio Santiago e disse que na sua rua Sílvio Tusi, Jardim dos Eucaliptos, ninguém mais dorme devido ao alarido dos animais.

E em São Chico?

Em São Francisco, há horas o assunto é a criação de um canil. Um investimento pra lá de caro, que vai desde a compra do terreno à composição da equipe, compra de alimentos, de remédios, atendimento veterinário etc. Está certo o vereador assisense que defende a esterilização e, por mais que demore, devemos seguir com a famosa “conscientização”.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Operação galo cinza


Viva Santiago

Santiago estará em festa no seu aniversário e por isso parabenizo a todos, principalmente a minha querida amiga e colega Débora Dallarosa, a qual elaborou esta bela arte.

Tritícola x Banrisul

O atendimento na Tritícola está ótimo, a exemplo dos produtos. Minha única objeção é quando à placa no caixa: “Não aceitamos Banricompras”. Lamento, senhores, que o Banrisul tenha anunciado lucros exorbitantes e que não possa aceitar o parcelamento de uma dívida com a nossa cooperativa para facilitar a vida de seus associados.

Justiça é a Gaúcha

Há muito não se ouvia falar que o número de processos judiciais tenha caído, mas foi o que aconteceu neste ano no Brasil. E a Justiça Gaúcha foi a que mais produziu em menos tempo. Como se não bastasse essa diferença entre o resto do país, a nossa ainda é a mais confiável, conforme pesquisa da Fundação Getúlio Vargas.

Herança bendita

Quando a imprensa noticiou que a governadora Yeda deixou mais de três bilhões em caixa, não faltou um pra dizer: “Isso nós vamos ver quando o novo governo assumir. Lembram de Jaguari? O ex-prefeito Ivo também jurava que havia deixado dinheiro nos cofres para o novo prefeito se manter a máquina e ainda pagar dívidas já contraídas.”.

Governos ruis?

Mas eu, de fato, não acho que o governo Ivo tenha sido ruim. Ele caiu foi em mãos erradas e deixou tudo meio “à la vonté” com quem não sabia muito bem mexer com as coisas públicas. Yeda também foi bem, porém não soube lidar com a segurança pública, professores... Depois, na campanha, não teve linguagem popular pra dizer ao povão o que era “deficit zero”, “ajuste fiscal” etc.

Poucas e boas...


Conselho ao
conselheiro

O nosso conselheiro do Tribunal de Contas disse de manhã na Rádio Santiago que não iria a Capão do Cipó (à noite, sessão solene) por que deveria voltar urgente pra capital. Quer um conselho? É dado.
- Por mim, o senhor já deveria era estar lá, afinal, ontem e hoje, que eu saiba, são dias úteis, portanto, de trabalho.

E a festa por um ano de Tribunal deve ter sido grande mesmo, afinal, todos sabemos quão difícil foi entrar lá. A Zero Hora rasgou baixeiro o que deu, mas o baixinho Marco tem estrela.
Falando em deputado, mesmo que o salário dos estaduais fique entre 75% do que ganha um federal, é demais. E acreditem: ficará entre 17 e 20 mil por mês, fora as benesses...

Viva o verão!


Adoro esta estação que ora se inicia. Até fiz um trato com minha empregada aqui em casa: como ambos passamos muito frio no inverno, ninguém de nós dois poderá queixar-se do calor... Viva o verão!

Em Jaguari

Um secretário petista, no governo João Mário (Jaguari), se vangloriou de que a deputada Luciana genro não votou a favor do aumento. Claro, ela não se reelegeu.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Beleza e competêcia


Faço uma referência à nova delegada, a drª Anaí Mariani, a qual nos concedeu entrevista no Expresso no Ar, ao lado do delegado Arigony. Esta gatona aí da foto, com todo o respeito que ela merece, até já recebeu convite para não ficar em Santiago, mas adorou a nossa cidade e resolveu ficar. Quanto ao trabalho dela, nota 10, isso dito pelo próprio chefe Arigony.


Cartinhas de Natal

Várias crianças pobres de Santiago estão à espera de presentinhos de Natal. A maioria quer cesta básica, cadernos ou tênis. Aqui, na redação, também temos algumas cartinhas de cortar o coração de qualquer vivente. Numa delas, li que a guriazinha havia perdido o pai afogado. E a mãe passa empurrando “carrinho” e não ganha muito. Sabem o que ela queria? Um par de tênis.

Faça sua parte:
nos dê alegria

De ante mão agradecemos aos que já estão mandando seus presentinhos a elas para que o Expresso faça a entrega. E podem seguir ligando e se informando de quantas cartinhas ainda dispomos sem presentes, que todos nós ficaremos muito felizes e agradecidos.

Dizem os vereadores:

Salário

“O teto para o salário de vereador é de 30% do que ganha um deputado estadual”, explica o vereador Bianchini, dizendo também que esse aumento nada terá a ver com seus salários, tendo em vista que o aumento é definido de uma legislatura para outra.

Vergonha na cara

“Graças a Deus, aqui em Santiago nós temos vergonha na cara e o aumento dos deputados federais não terá nada a ver com o nosso. Aqui nos baseamos no salário do funcionalismo.” (Cláudio Cardoso)

Bagunça total

“Após as 16 horas de sexta o pessoal toma uma dose extra de energético e saem de carro pelas ruas fazer anarquias. É carro andando no lado errado, som alto, correria. Sem falar na balbúrdia, que só termina segunda as sete da manhã. É que alguns têm pai que sustenta e podem ficara acordados e bagunçando até a essa hora.”
Vereador Diniz Cogo, indignado pela falta de um decibelímetro em Santiago.

Contra o som alto

“A partir de janeiro Santiago terá dois decibelímetros. Cada um vai custar de oito a nove mil. Esses aparelhos, que medem o volume do som, irão pegar carros particulares, os de propaganda, as boates, lojas, enfim, tudo o que fizer barulho fora dos limites,” explicou o vereador Davi Vernier, alertando também que deveremos ter ainda os radares móveis para coibir as correrias.


Carreta de promessas

“Era de se desconfiar que faltaria dinheiro para os municípios por parte do governo federal porque a promessa de distribuição foi grande. Eram carretas de promessas que agora não vêm”.
Davi Vernier, vereador presidente da Câmara de Santiago.

O maior calote

Um milhão e 500 mil reais correm o risco de não virem mais para Santiago como estavam previstos, pois o governo do senhor Lula não fez os devidos empenhos. Conforme o vereador Marcos Peixoto, este poderá ser o maior calote do governo federal com os municípios.

Triste e descrente

“Estou triste. Não confio mais em deputado, em governador, nem na Justiça. Pois para cobrar, é fácil, para devolver para a comunidade, é difícil.”
Vereador Pelé, criticando uma cobrança errada na conta de luz.

Yeda foi boa...

“Em 30 anos nunca vi um governo investir tanto em obras, nem que deixasse tanto dinheiro em caixa.” Vereador Pelé (PP) elogiando o governo de Yeda Crusius.

...muito boa...


Enquanto Yeda deixa 3 bilhões em caixa, o governo federal corta 12 bilhões do orçamento do próximo ano. Este corte não vai prejudicar o Senado, mas pode atingir a quem produz e trabalha”, diz o vereador Bassim (PSDB).

...ou não tão boa?

“Ela começou pegando bilhões de dólares emprestados e, agora, os outros governadores vão pagar. E ela não repassa o dinheiro da saúde que Santiago precisa. Passou quatro anos e não se animou a terminar essas obras. Muitas iniciaram e já pararam também. E qual a obra que ela fez na região?”, questiona o vereador Bianchini (PP).

Pra finalizar...


Pelé não se fez de rogado e disse mais: que Yeda pagou diversas dívidas dos outros, inclusive os gastos com transporte escolar. E a obra de Itacurubi não parou. É só ir lá e ver que estão trabalhando.

Curiosidade

Seguidamente recebo pedidos de emprego, normalmente de mulheres. Talvez porque elas gostem mais de ler e de escrever do que eles, mas hoje falei com um rapaz que sonha em atuar aqui no Expresso. Ele é de Manoel Viana e está disposto a vir morar em Santiago para fazer parte da nossa equipe.

Eu, Deyse e a Suzana

Festa pra Deyse

Meus amigos, José Luiz Belochio e Ana Deyse.


A festa da Ana Deyse

No último sábado festejamos o aniversário da nossa amiga Ana Deyse Belochio, pessoa que tanto admiro. Ela é filha do meu grande amigo José Luiz Belochio, santiaguense de muito prestígio e valor. Meus parabéns aos dois amigos pela brilhante noite que nos proporcionaram, pois até parecia que os aniversariantes éramos nós.

Sei que é feio dizer a idade das mulheres, mas em se tratando da Ana Deyse, essa questão cai por terra, já que ela mesma faz gosto em contar suas primaveras. Eu também teria, se conseguisse chegar aos 50 com essa jovialidade, beleza e alegria.

Há anos conheço a Deyse e, para mim, ela sempre foi a mesma. O mesmo sorriso, a mesma alegria em receber a gente... Sempre com sua maquininha, clicando todos os momentos. Pena que ela é da URI, se não, a traria para o Expresso. Quem sabe um dia...

Quente

Ainda há pouco ouvi uma notícia forte vinda lá do Supremo e que poderia afetar um político aqui da região. É cedo ainda para citar nomes, aguardemos, pois.

Algumas

O grande Ruy matou a charada, como sempre. Vai falar dos "mais, mais" da sua lista. Esperem só pra ver. Sensacional!

Fiquei triste pelo meu amigo Ernei Nicola. Num domingo festejou conosco, noutro chorou a morte do irmão, Paulo Roberto Nicola, morto em acidente lá na ponte perto de Manoel Viana.

Esta foi de matar. A polícia fez uma operação de saltar pena e de dar pena. Acabou com um rinhadeiro em Mata. Como é que uma cidade tão pequena conseguia manter um negócio ilegal desses?

Amanhã o promotor mais a polícia civil etc estarão na câmara debatendo sobre o som. Não sei devo levar esperança desta vez, pois até lei já existe mas ninguém cumpre!

Não há critério, é tudo ao deusdará, com volume extremo e em qualquer local da cidade.

Até parece que a gente é surdo!

Santiago sabe empilhar leis: lei da bicicleta na calçada, lei da poda, lei do som, lei do cocô... Mas e quem vai cumprir? Ou melhor, quem vai fiscalizar de verdade?





Vamos rir?

O cara entrou no bar, pediu uma bebida e começou a falar:

- Se essa CPI fosse séria...
- Moço! Conversa de política no meu bar, não. Só dá confusão!
- Tudo bem!
É que o meu time...
- Moço! Futebol também não..., disse o dono.
- Tudo bem!
Mas lá na Igreja que eu freqüento...
- Também não fale de religião!
- E de sexo, pode falar?
- Claro!
- Então vai tomar no...!


Itacir volta à mídia


"Comunico aos colegas de imprensa que estarei
hoje das 15 às 16 horas em um programa ao
vivo da rádio Guaíba de Porto Alegre
e amanhã das 9:30 às 11 horas no programa Polêmica
do jornalista Lauro Quadros da rádio Gaúcha,
para tratar sobre o Exame de Ordem da entidade privada OAB.
Agradeço pelo apoio e a audiência e me coloco à sua disposição."

Itacir Flores
Pres MNBD RS
(51) 8404 9926

sábado, 18 de dezembro de 2010

Algumas de hoje

Sábado maravilhoso este, não? Já trabalhei, fui ao nosso Expresso no Ar pela manhã. à tarde acompanhei a Suzana nas compras e, em seguida, vou ao aniversário de uma grande amiga.

Quando voltava da rádio parei o carro pra juntar uma latinha de cerveja que um tonto jogou no meio da rua. Só largou a lata, nem a jogou na calçada que fosse. Tá loco com esses bagaceiras.

Pra mim, quem arranca árvore indiscriminadamente, caça ou joga lixo na rua é gente muito à toa e sem cultura. E não sei pra que que estudam.

Está muito bom de comprar na Trtícola. Gostei das promoções tanto na carne como no departamento de verduras. Por lá encontrei o Toninho, sempre muito atencioso com a gente.

Fiquei triste hoje ao saber da morte de um irmão do nosso amigo Ernei Nicola (hospital) em um acidente entre São Francisco e Manoel Viana.


quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

No Expresso de sexta


Tudo ok aqui na nossa redação, descontando os atropelos da semana e as destruições ambientais, o resto está (quase) normal.


Mas como diz Mano Lima, é na fumaça que se conhece os homens. É só apertar na moleira que eles saltam... Só pra saber: continuo puto da cara. Agora, ainda mais!


O Expresso trará uma abordagem excelente sobre Os Melhores do Ano em Jaguari, reunindo a população regional. A força empresarial aliada à força da imprensa só poderia resultar nisso: sucesso!


No Expresso, também as chacotas contra os colorados. É meu time, mas fazer o que, se não ganhamos mais nem de pernetas? (com todo o respeito aos deficientes)


Top Car de cara nova, outra força pra região. Veja como foi a inauguração.


Os preparativos para o Natal e demais festas de fim de ano. Como vai agir o comércio, e veja também as dicas de presentes...


O reveillon do União esteve incrível! Veja a cobertura nesta edição.


Tudo o que aconteceu na área policial, se bem que a polícia tem agido muito em Santiago e os caras boca-brabas não estão se criando.


Falando em segurança, o Expresso no Ar deste sábado terá a presença do grande delegado de polícia Marcelo Arigony, uma figura fantástica. Vale a pena ouvi-lo.


Este sim, não é só um profissional de "carreira", ele é de trabalho mesmo.


Além dessas chamadas, temos muito, muito mais. E, lógico, a viagem pelo pensamento do mais seleto grupo de colunistas: Barbela, Jayme Piva, Ruy Gessinger, Márcio Brasil, Sandra Siqueira, Giovani Pasini, Froilam Oliveira, Rodrigo Vontobel...

Leia no Expresso:

Capão do Cipó
e as ilusões

A semana foi de ilusões para uns, decepções para outros, palavras que significam quase a mesma coisa. No entanto, a maior foi a dos colorados, que uniu todas as expressões entristecedoras.

O nosso amigo Jardim deu uma paulada num secretário sobre as casas populares que não saem e agora tentou se redimir. Só na maciota divulgou uma lista de máquinas novas que chegaram. É, seu "Flores", tomara que o serviço a ser feito por elas seja real também.

O vereador Diego declarou apoio ao vereador Sérgio, só não disse em quê. Deve ser pra futura chefia. Nestes casos, eu apoio também e vamos ver no que vai dar, se não teremos ilusões. Dieguito ainda lembrou que o lixo na propriedade do Robertinho é bem real.

Já o nosso presidente Ibanez, cobra transparência e também se mostrou feliz pelas máquinas que chegam. Ibanez vai entregar a presidência em breve e, desde já, se diz orgulhoso pela união que conseguiu entre os colegas.

O petista Jaques pegou mais forte. Cobrou o dinheiro que viria por parte do deputado Marco Maia e que, por falta de documento, virou ilusão. O petista encerrou queixando-se que iludiram pessoas com as casas populares.

E a Regina, que estava quieta, alardeou a falta de competência sobre o fato de ter perdido a verba de uma ambulância. E o Rosadinho aproveitou: o projeto Minha Casa Minha Vida" mudou de nome. Em Capão do Cipó passou a chamar-se "Minha Ilusão, Minha Vida".

Elogio ao Medianeira


Olha aí o Rudolf, com seu violino.

Eu li um artigo do meu grande amigo Ruy Gessinger sobre os jovens, a leitura e as aulas. Ele conta que seu filho teve aula com a sala vazia (os outros, assim como ele, já estavam passados) mas, por vontade própria, meu amiguinho Rudolf, filho do Ruy, não foi pra casa.

Na mesma escola, no Medianeira, estuda minha filha Fernanda. Colégio especial de primeira. Mas eu tenho uma pra contar a vocês:

Dia desses, minha filha também ficou na aula quase sozinha, pois os demais saíram mais cedo não sei por quê. Ela e mais alguns minguados alunos ficaram na sala. (E, claro, a bronca seria grande se ela fosse uma maria-vai-com-as-outras).

Está aí a questão. Vejam bem, senhores pais. Nossos filhos não são perfeitos, mas a bronca, se for o caso, o Ruy e eu daremos com toda a certeza e, parte da vontade deles em querer estudar mais que do que alguns, vem de nossos quereres. Acreditem!


É por isso que no Expresso desta sexta, o desembargador faz um baita elogio à essa escola, que manteve professor em aula para ensinar para poucos ou quase ninguém, valorizando sobremaneira quem quer estudar.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Melhor Natal
da década

O pacote de arrocho do crédito baixado pelo governo deve tirar perto de R$ 2 bilhões do consumo no fim do ano. Mesmo assim, sustentado pelo aumento da renda e do emprego e pelo maior número de trabalhadores que estão recebendo o 13º salário, este Natal será o melhor da década. As vendas do comércio em dezembro devem atingir R$ 96,2 bilhões.

Trânsito

Atenção, motoristas

Falei com o Müller, da Polícia Rodoviária Federal: só neste ano pegaram mais de 40 bêbados ao volante. Mas te falo em bêbados!

Encerrou-se o prazo para a entrega de carteira de motorista com multas que somam 20 pontos.

De agora em diante, quem não o fez, será considerado infrator e responderá a processo-crime por desobediência.


Só em Santiago são 75 infratores. No estado são 10 mil.

Santiago tem Ford


O pessoal da Top Car está feliz da vida com a nova loja, agora com assistência técnica especializada Ford para Santiago e região. Isso tudo graças a uma parceria com a Superauto, de Santa Maria. A nova To Car fica na Pinheiro Machado, próximo à Verdes Pampas.

Meu vizinho devastador sossegou com a derrubação de árvores. O mais novo negócio dele agora será uma lenheira. Madeiraaaaa....

Leia no Expresso:


Só sorrisos

E este aí, todo sorrisos é o dr. Lírio Antonelli, laboratorista que atua no nosso hospital. Pra quem não sabe, aquele monstro prédio (com quase todos os apartamentos e salas comerciais vendidos), ali, pertinho do hospital, é dele. Tá justificado o sorrizão, não acham?

Dá quase para ir ao (D)lírio. No bom sentido, é claro...


Na beca!

O médico Jorge Tusi, na festa do Hospital de Caridade. Olha só o cara. Todo magrão. Nike nos pés, Puma na cabeça... é isso aí. A moda não incomoda, Jorjão!

Ao seu lado, a bela e adorável esposa, também com tudo nos trinques.

Fim de ano!

As filhas dos meus amigos Chico Gorski e Clóvis Brum. Encantos de meninas.

Clube acertou em fazer o evento.

O prefeito Júlio Ruivo (D) estava lá com sua bela esposa Gizele e seus amigos.


Reveillon RBS

Muita festa no reveillon da RBS, no clube União. Boa ideia dos organizadores. Muita alegria, mulheres bonitas, alta sociedade participando.

As fotos são do meu querido amigo Lucas (O Luquinhas, como a colega Sandra o chama), que registrou o evento pelo site nosnafoto.


Poucas e boas

Enquanto o PT se articula para ver quem são ou serão os membros do novo governo, cogita-se que Mônica Leal deixe o PP. Pior é que, ela saindo, ficando, nada muda no pobre e esfarrapado PP estadual.

Mas cá pra nós, esta conversa tá me cheirando a uma ressaca pós-eleição.

Bianchini, duro como sempre, denuncia a superlotação no Parque Zamperetti. Mais uma vez acerta na mosca. Na mosca, nas capivaras, nos gansos eh,eh,eh. (A foto é dele)
O “de Ferro é fogo” !

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Mau dia, Santiago


Não falem
comigo hoje

Hoje não amanheci legal. Tô com os pés apapagaiados, como diz o Miguel Marques. E não tem nada a ver com meu Inter que se foi. É que olhei aqui no fundo da redação e vi pesos de árvores no chão, até as frutíferas nativas se foram...

A dona Ilda, nossa cozinheira aqui do jornal, ficou triste também, pois nem o pé de chuchu que ela adorava escapou... O Junico enlouqueceu...

E se é coisa que me deixa nervoso é ver árvore cortada. Fico puto da cara! Quanto mais eu falo pra preservarem as coisas, mais assombração me aparece! Tudo bem, são donos, mas e os critérios?

Ontem eu ouvi uns benditos foguetes durante o jogo do Inter. Lógico, não parei pra ver bola rolando, tinha mais o que fazer. Já no 10° foguete que algum abobado largou, disse pros guris: Que idiotas, largando foguetes só porque estão vencendo uns coitados.

Dali a um pouco, um dos meus colegas me alertou: o coitado dessa história é o teu Internacional. Putz grila! Ainda bem que não parei o serviço à toa. Os foguetes eram dos gremistas.

Coisa que os gremistas mais adoram é soltar foguete na derrota do adversário. Que gosto mais estranho, mas pra quem há horas não ganha nada, já é algum consolo. O Grêmio hoje canta, o Inter chora, assim como eu aqui, que vou chorando pelas pobres árvores.


Isso é incrível!

Lá no Expresso no Ar, resolvi comentar a fantasia do meu amigo Vanderlei Machado. Dia desses, festejamos o níver do Márcio e o amigo surgiu na festa travestido de “O Incrível Hulk”. Aí eu larguei esta: “Sabem a diferença do Incrível Hulk e do Vanderlei? É que o Hulk volta ao normal...
Conforme o Rafael Nemitz, ele ficou assim foi de raiva do Inter ter perdido o caneco mundial.

Saudações coloradas


O empresário e seus adoráveis filhinhos: o Murilo e o Otávio.


Santiago tem Ford

Amanhã, quarta-feira, será mais um dia especial na vida do empresário Rúderson Mesquita. A poderosa empresa Superauto, de Santa Maria, fecha convênio com a Top Car, da qual ele é sócio.

A abertura está prevista para quarta à tarde, ali na Pinheiro Machado, num mega prédio. O melhor é que Santiago, definitivamente, ganha a credencial Ford, com peças genuínas e assistência Técnica.

O Rúderson, o Fabiano e o Clemente estão de parabéns. Santiago, mais ainda.



Lemes e Lemos

O lasqueado e bocudo sou eu, o outro é o véio Joaquim Lemos (meu amigão). E quem tirou esta chapa foi o Cláudio Irion (Bugio). Isso só pra vocês terem uma ideia do tamanho do porre.