segunda-feira, 31 de maio de 2010

Vereador Pelé critica os "blogueiros fofoqueiros"


A coluna que a colega Sandra Siqueira escreveu sobre os fofoqueiros parece ter sintetizado aquilo que muitos gostariam de dizer. Prova disso foi que o vereador Pelé comentou sobre o assunto na Câmara:

“Cumprimento a coluna da Sandra, no jornal Expresso. Nunca tive um bom relacionamento com o jornal, mas gostei do que ela escreveu, criticando esses blogueiros fofoqueiros. Gente que se aproveita da eleição da URI para distorcer fatos e botar as pessoas umas contra as outras. As autoridades tinham que punir esses blogueiros que só ficam falando bobagem”, disse o vereador.

Político até morrer

Logo após elogiar a coluna do Expresso, Pelé também fez uma crítica (pra não perder o hábito), lamentando comentário sobre a politicagem na entrega dos óculos de grau. “De certo não posso mais tirar fotografia?”, comentou.

Pelé disse que nunca precisou do jornal e que se dependesse dele, não estaria eleito. Por fim, afirmou que seguirá na política até o resto dos seus dias.

Ora, vereador, então o senhor não sabe compreender que ninguém se posicionou contra a entrega dos óculos e, sim, com a politicagem na entrega?
Mas como o senhor pretende seguir na política até morrer, vai que um dia aprenda a aceitar e compreender as críticas, que são naturais para quem desempenha qualquer cargo político. E o senhor não está acima delas.

Por outro lado, noto progresso desta vez, pois soube muito bem separar uma colunista e seus fatos dos outros assuntos. Isso é um baita progresso. Parabéns!
Ana Amélia: a repercussão

Falei da Ana Amélia e falo. Ela é uma cara esticada a botox no mais (contra isso, não tenho nada, só estou lembrando que o produto é bom mesmo) e tem um discurso voltado à burguesia. Pensa que está sempre na TV.

É voz do homem da terra? Sim, mas lembre-se bem de que um colono sim é homem da terra, não granjeiro ou algum fazendeiro munheca que não emprega nem meia-dúzia. Só o Expresso gera 50 empregos, quantos empregos gera uma fazendola? Ou granja? Sei de gente que deixa um ou dos peões pra cuidar centenas de cabeças. E os granjeiros só plantam trigo e soja.

Mas tudo bem, cada qual sabe o que faz e pra quem vota. O próprio Heinze elegeu-se com ajuda de fazendeiros e granjeiros. Eu estava lá no sindicato certa feita com a Sandra e tiveram a coragem de passar um chapéu para nós colocarmos dinheiro para ajudar a pagar as contas de sua campanha.

E, agora, pra encerrar esse assunto, vejam do que as pessoas são capazes para satisfazerem o ego ou seus interesses políticos e candidatos. Escrevem besteira e pensam que me atingem. E como este blogue é bem pessoal, faço questão de mostrar aos queridos leitores o que alguns covardes pensam sobre mim e tentam me ameaçar. Não ligo, falem, mas falem de mim.

“Olha joao, acho que a Ana Amélia sempre foi uma defensora e uma voz do homem do campo, aquele que produz a comida pra ti encher o teu buchinho, eu não sabia que tu tinha galo cinza, quem tem galo é galinha, isso até os quero quero do Zamperete sabem que tu é. E tenho dito.”

Blogeiros, Rafael, URI...


O professor Clovis chamou os blogueiros pra uma reunião. Tá correto. Conversa é sempre salutar. Eu não compareci. Não posso sair daqui. Mas fui bem prepresentado pelos colegas Márcio Brasil e Denilson Cortes, meus dois alas da redação. Dizendo pra eles, é o mesmo que dizer pra mim.

Acreditei que era bom ir alguém aqui do jornal, ainda mais pelo respeito que temos pelo professor Clovis. Lá chegando, apenas quatro fizeram parte da reunião: Os meus colegas, o Sérgio e o Clovis. Bom, não tenho nada contra nem a favor disso. São coisas que acontecem.

Quanto a essa do meu amigo Rafael, fui o primeiro a dizer para ele. "Tu és um cara bom no que fazes, sabe comunicar, é simpático, tem ótima voz, é inteligente... Teu comportamento, em relação a essa eleição da URI é que não aprovo muito, pois tomou partido. Aí ele disse, "Mas sou estudante!". Sim, mas estudante com voz, é diferente.

O guri é bom, mas tem que saber que é preciso que essa gente (a maioria lá da URI mesmo) pare de tentar estragá-lo. Inflando o rapaz, aproveitando-se da sua, digamos, ingenuidade pra algumas coisas. Gosto dele e sei que todos temos defeitos, mas esse jovem poderia ouvir mais as pessoas que são sérias, não os aproveitadores.

Fiz este post não pro Rafael. Já falei exatamente isso para ele. Fiz para que saibam minha opinião sobre os que ficam na dianteira dos fatos e, principalmente, das fofocas, para inflá-lo, até mesmo com tapinhas nas costas.

Rafael, tu não vai salvar o mundo, nem eu, mas podemos ser mais sutis e bater de fato só quando for realmente preciso. E não ligue por algum tropeço, é tempo de seguir adiante de cabeça erguida, pois agora sei que teu coração não tem maldades, mas não se iluda tanto com as pessoas, muito menos com promessas.

Se alguém ainda não leu...

Por que eles existem?

(Coluna de Sandra Siqueira, extraída do Expresso)

A novidade em Santiago é que se instalou um clima tenso na URI. Os fofoqueiros de plantão estão espalhando o terror por lá e isso respinga em toda a cidade. E as marionetes da vez são os blogueiros, alimentados por parasitas que andam por lá. Cada um defende um lado e atira pedra no outro. A democracia é salutar, mas quando entra mentira, vira anarquia. Tem fofoqueiro se vendendo a troco de migalhas, no entanto, mais antidemocrático é quem compra essa gente. Quem paga a conta?

Cessem as fofocas


"Pelo o amor de Deus", parem com isso. Esse clima não leva a nada. Por essas e outras é que uma chapa de consenso teria sido o melhor caminho para a nossa URI. Daí não haveria lugar para esses oportunistas. Um bando de interesseiros querendo que o circo pegue fogo pra ver os palhaços correndo. Perdoem-me o comparativo, mas quem dá asa pra cobra é mais culpado ainda. Eu, sinceramente, espero que os dois candidatos, professores Ayda e Chico, pelos quais tenho um profundo respeito, não estejam metidos nesse puxa e afrouxa, alimentando as rusgas. Xô, para os fofoqueiros!!!!

Ainda o PP de Ana Amélia


Mesmo com chuva, frio, o pessoal foi ao Coxilha ver Ana Amélia Lemos. Não que ela fosse a atração, também era, mas o que demanda este movimento todo no partido é a organização, seu tamanho, o peso do Canterle, mais o Chicão e demais políticos.

Muitos enfrentaram o vento e chuva. Algumas mulheres deixaram o carro longe e se foram pro CTG. Ana Amélia, a figuraça, nem roubou tanto a cena, inda mais com um banner "esticado" que mais parecia sua neta, a botox no mais. Mas na hora do mestre Chicão entrar em cena, foi aquela loucura em aplausos.

Antes eu achava que o cara faria 15 mil votos a pau e corda, hoje, penso diferente. Ele disse lá no Expresso no Ar que fará 20 mil e, faz mesmo, Assim sendo, comentam que se elegeria, caso saia daqui com esse tanto.

domingo, 30 de maio de 2010

Ana Amélia


Esta Ana Amélia é outra espertalhona, viva. Depois do nome bem projetado pela TV, lança-se na política. No entanto, discursa pro povão como se estivesse ainda na telinha, e isso não pega. Reúne gente, é conhecida, mas voto, que é bom, vamos ver. Outra coisa que pesa sobre ela nessa corrida ao Senado é o fato de nunca ter tido um cargo eletivo.

Já o nosso galo cinza, o Rigotto, tem mais carisma, teve mandato, nunca saiu da mídia. Vai ser uma briga boa.

Domingo emburrado, feio, frio e chuvoso em Santiago. Quarta será o dia mais frio do ano. Se preparem. Mas não fujo à raia e, quinta, irei ao jogo conforme o combinado com o amigo Ruy. Já ouviram meu grito de guerra aqui no blogue, né?

Para a Sandra

Merecido, ela é exatamente assim, abraço. (Karla).

Faço minhas as tuas palavras, João. A Sandra, além de ser uma jornalista talentosa, é uma pessoa muito 10. E com sua lucidez e credibilidade dá aula de jornalismo e eficiência em Santiago. (Vanderlei Machado)

Artigaço, o da Sandra. (Ruy)

Política suja e gente pior ainda

Vejam como a política é suja nalguns setores da nossa região. Muitos aproveitam dinheiro público para viajar e viajar e, em vez de cuidar dos interesses do povo, faz compras, vai ao médico, visita amigos, parentes e ainda frequenta curso que só interessa a ele próprio.

Também tenho em minhas mãos uma carta de certa gente que, quando estava num dos governos da região, colocou em cheque a credibilidade do próprio patrão, o prefeito, com revelações pra lá de cabeludas.

Depois, acusa os outros de jogo duplo, de falta de credibilidade etc. Pior é que não dá pra negar nada, pois os escritos estão de próprio punho. São relíquias que guardo bem, pois um jornalista com um bom arquivo tem venenos prontos a serem usados contra aqueles, cujos chapéus entram direitinho.

Como bem diz o missioneiro Pedro Ortaça: "Não nasci pra dobradiça e nem sirvo pra tetéia/por isso que me rebusco conforme a volta da idéia/me viro que nem bolacha numa gengiva de véia".

Tarde de tortura

Quem ver a foto, ou assistir a estes vídeos verá uma tortura. Ouvirá uns gritos terríveis, mas não é mais uma série do filme Jogos Mortais. É pior um pouco, pois sou eu, nas unhas do Tramontina. Acontece que sou atleta de fim de semana e, jogando com uns guris ali na quadra da Belizário, ergui demais a perna e arrumei uma distensão.

Fiquei 15 dias sem jogar, mas como na quinta teremos um joguinho com meu amigo Ruy, não podemos fazer feio. Sem ter medo de tempo feio, tive uma consulta com o mestre Tramontina, o qual resolveu me fazer um tratamento a custa de um rolo de massa, passando na perna com boa pressão vinda das suas munhecas.



SER GAÚCHO ÉÉÉ . . .

... é morar em Florianópolis e dizer que Caxias do Sul é melhor;
... é assinar Expresso Ilustrado em Nova York;
... é estar no Maracanã escutando a Rádio Gaúcha;
... é chamar jacaré de lagartixa;
... é achar que a FREE WAY é a nona maravilha do mundo;
... é comemorar uma revolução que não deu certo;
... é chamar a mulher de prenda;
... é dizer que é fácil fazer churrasco;
... é comer a costela antes da picanha;
... é dizer que vaso de banheiro é PATENTE;
... é comer NEGRINHO em vez de brigadeiro;
... é falar TCHÊ ao telefone só pra ver se descobre outro;
... é falar TU em vez de VOCÊ;
... é enviar cartão postal de TORRES;
... é dizer que tem um FRIGIDAIRE em vez de geladeira;
... é achar que o LAÇADOR é maior e mais bonito que o Cristo Redentor;
... é achar que o GUAÍBA é rio;
... é dizer que tomar água à 100º C com gosto de mato é coisa de macho;
... é chamar geléia de CHIMIA;
... é chamar doce de leite de MU-MU;
... é falar roleta em vez de catraca;
... é falar lomba em vez de morro;
... é poder falar tri legal ou muito tri;
... é chamar quarteirão de quadra...
... é chamar semáforo de sinaleira (ninguém entende);
... é falar “capaz” (ninguém entende também);
... é torcer pra qualquer time que esteja jogando contra o time adversário (grêmio ou inter);
... é ficar babando na frente do açougue e achar carne “linda”;
... é gostar de passar frio (5 graus e o índio velho vai colocar um moletom);
... Outra coisa que só o gaúcho fala é “pechada” quando se refere a uma batida de carros... ninguém entende;
... Chegar no mercado e pedir: me dá 5 pila de cacetinho e 1 quilo de guisado...

O João, o Sadi e seus netos

Hoje, por milagre, levantei cedo e já estou ligado na Central FM. O João que apresenta o programa gaúcho no despertar dos galos é bom, apesar de falar declamando, sabe selecionar as músicas.

E fala menos que o outro João do meio dia. Só gosta de renomear os outros programas: ao anunciar o "Proseando com Sadi Machado, às 10 horas", disse, e logo mais teremos o programa "Sadi Machado e seus netos". Mas cá pra nós, acho que fica melhor este novo nome, não concordam?

Por outro lado, o João do Expresso no Ar, opa, este sou eu. Sendo assim, não vou dizer nada, pois como dizem os castelhanos: os defeitos deixem que os outros contem.

sábado, 29 de maio de 2010

Expresso no Ar

Assim foi o ritmo do Expresso no Ar. Assim foi a minha manhã. Os detalhes sairão no jornal Expresso da próxima sexta. Rigotto, Alceu Nicola, Afonso Mota, Diniz Cogo e as representantes do PMDB Mulher, a Suzana Castilhos, a Regina Rosso, entre outros.

Paulo Ferreira


Chicão.

O Expresso No Ar encerrou há pouco com grande sucesso de audiência. Figuras importantes, como o ex-governador Germano Rigotto (PMDB), que é pré-candidato ao Senado; o ex-prefeito Chicão (PP) pré-candidato a deputado estadual e, ainda, Paulo Ferreira (PT), pré-candidato a deputado federal.

A presença dessas pessoas famosas foi uma festa da Central FM, até porque estava lá também o empresário Alceu Nicola, o qual aniversaria hoje. Rigotto, como sempre, onde chega, trás uma comitiva, líderes do seu partido, como o presidente Diniz Cogo, grande anfitrião santiaguense.

Em nome da Sandra, do Márcio e do Eldrio Machado (diretor da Central), agradeço a todos pela honra da presença e também aos apoiadores culturais: Nicola Veículos, Clínica da Face, Residencial Ipê e JRV Contabilidade.

Rigotto, entre tantos assuntos, lembrou da RS 377. Ele foi questionado por mim sobre essa rodovia e disse o seguinte:

"Pelo amor de Deus, o contorno de Santiago não foi concluído por um problema com a empreiteira. Não foi falta de dinheiro, nada disso. Eu briguei tanto, fizemos todo o resto, e por causa deste trecho de 14 km, a cereja do bolo da festa, ficaram falando da obra."

No final, Rigotto disse o que eu mais gosto de ouvir: "Eu sei da força do Expresso, da sua tiragem, da sua importância."

Rigotto e Chicão...

... no Expresso no Ar

O ex-governador Germano Rigotto estará no Expresso no Ar, logo mais as 10 horas. Rigotto deve ser um dos primeiros a ser entrevistado. Mais adiante, teremos o petista Paulo Ferreira e o ex-prefeito Chicão.
Perguntas do arco da velha. Não percam.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Mulher nota 10


Sensacional a coluna da Sandra. Como editor, sou obrigado a fazer um elogio de público. Saiba mais sobre esta supermulher!

Sandra Siqueira tem nome, é ouvida e tem credibilidade, tudo conquistado com muito trabalho ao longo de 17 anos frente ao Expresso Ilustrado, sempre ali, a meu lado em todas as tarefas. Mas no que se destaca, de fato, é na parte administrativa e, vez por outra, ajuda a "controlar" algumas matérias fortes que eu escrevo, mostrando-me que é preciso cautela, equilíbrio... Coisa que só um dos maiores jornais do interior poderia conquistar.

Hoje, sem dúvida nenhuma, ela é uma das mulheres mais respeitadas em Santiago. Sou suspeito em dizer, pois trata-se de minha cunhada, mas ela mesma sabe que sou crítico e não jogo confete. Tamanho é seu poder, que o seu caderno de moda "GOSTEI" é sucesso absoluto. Todos querem anunciar nele. Nosso programa radiofônico Expresso no Ar é um brilho, mas a maior parte, o Márcio Brasil e eu, devemos a ela.

Sua festa, Os Melhores do Ano é sucesso sempre, e até faltam lugares. No aniversário do jornal ele reuniu a sociedade para bater palmas em volta de um bolo. Nem a URI faz festa como as do Expresso. Esses 15 anos do jornal serão lembrados eternamente como uma coisa boa, inédita e de CREDIBLIDADE. Meu livro foi o mais vendido? Foi. Novamente ela estava por trás, divulgando, vendendo e marqueteando.

E tem mais: cada qual que chega no jornal quer conversar com a Sandra, conversar e até "confidenciar", justo por ela ser conselheira, amiga, equilibrada e confidente, sabe, como poucos, respeitar o sigilo da fonte e a imagem das pessoas.

Era isso, meus queridos leitores, o que eu tinha para hoje. Precisava elogiar vários colunistas nossos, mas ela levou 10 nota pela coluna antes mesmo de ser editada. O primeiro foi do mestre Froilam, o segundo foi dos colegas e, agora, vai levar pra mais de mil após a circulação do Expresso. Antecipo-me e dou-lhe um, dou-lhe dois, dou-lhe TRÊS 10! Sandra Siqueira, mulher nota 10!

Amor

Este texto eu tirei do blogue do meu filho, o João Henrique (11 anos). Não mexi em nada, nada. Posto ele aqui só pra vocês verem que o amor não é coisa só dos adultos.

Amor

Meu melhor amigo e eu gostamos da mesma garota, e ela é nossa melhor amiga. Nós decidimos contar isso para ela, e ela respondeu:

-Assim olha, eu não sinto esse sentimento por vocês mas eu não quero ser nada mais do que uma amiga.

E nós que achávamos que um iria ficar abalado por ela gostar de um ou de outro ou ela não ficava com nem um dos dois. E ela resolveu ser só uma amiga.
Então resolvemos esquecer ela e pensar em outra garota e não ficar chorando pela que não deu.

http://www.jlemes.blogspot.com/

Peleia contra a OAB


Itacir fala sobre o Exame de
Ordem da OAB em Manaus

Itacir Flores falou sobre o exame de ordem da OAB, para os bacharéis em Direito do Amazonas - Manaus. A palestra de Itacir Flores foi alvo de muita discussão devido o assunto ser polêmico e de vasto teor jurídico. No estado do Amazonas, o índice de aprovação no exame de ordem não chega a 10%.

Este fato esta mobilizando a categoria dos bacharéis para uma manifestação política nacional e pressão STF, para o julgamento dos Mandados de Segurança que estão prestes a serem colocados em pauta no Pleno do STF.

No mesmo evento foi criado o CFBB – Conselho Federal dos Bacharéis do Brasil – que congregará todos os bacharéis das diversas profissões de nível superior que ainda não tenha o seu conselho para lhes representar.

Itacir Flores deixou cristalino no evento que “a OAB deveria se preocupar mais com esta gama de bacharéis que a cada semestre se formam nas faculdades brasileiras e não se preocupar em questionamentos políticos, sociais, culturas e econômicos que envolvam o Brasil e brasileiros.
A OAB é uma entidade privada, portanto não pode se meter no sistema educacional para dizer quem pode ou não pode trabalhar como advogado. Esta prova é pura reserva de mercado”.

Ainda a URI x advogados

Prezado jornalista:
M.D. Editor do Periódico Expresso Ilustrado e desse Blogue:

O rapaz aí que decidiu questionar o professor Froilan está muito e deveras enganado.
Não adianta mentir. O número de inscritos em Santiago está no site da OAB/RS e foram 212 inscritos em Santiago. Desses, apenas 8 obtiveram aprovação e desses 8 apenas, 6 eram alunos da URI, um era da UNIFRA e outro é militar do Exército, formado fora RS.

Que piada de mau gosto dizer que não passam porque não fazem a prova. Isso é julgar que todos sejam bobos e esse não é o caso do povo de Santiago.

Talvez seja pela eleição da URI que estão tentando esconder esse debate sobre a eficiência do curso de Direito da URI que aprova 2.2% dos inscritos no Exame de ordem. Caro jornalista, esse é um dos índices mais baixos do RS. E nem os blogues chapas branca que defendem a atual direção da URI têm coragem de defender os índices de aprovação local.

BOA TARDE E MUITO OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE.

(José Gomes)
Marcas e marcas

Certas coisas parecem que nunca pegam, como alguns nomes de empresas. Pode passar 200 anos que sempre haverá um para chamar a Churrascaria Gaúcha de “Redondo”. Podem divulgar muito mas o laboratório Lapac vai ser sempre o “da Eleonora”... Isso para não falar nos nomes ditos errados, como o do Selton Hotel, o qual insistem em colocar um “h” e chamar de “shelton” (com som arrastado, de “ch”). Pra finalizar, mais uma: a padaria Rosul agora é Duo Fratelli - que significa “Dois Irmãos” em italiano. O nome pegou? Não! Dia desses ainda ouvi um dizendo “ali onde era a Rosul?”.

Curtas e rasteiras

Não é por acaso que algumas das maiores empresas do Brasil e do mundo têm nomes curtinhos: Vivo, Oi, Claro, Fiat, Tim, Gol, Azul (linha aérea), Lar (shopping), Skol, Skill, Lupo, Shel, Fiat, Ford, Pepsi, Globo, Omo, Bombril... E se os nomes forem cumpridos, o povo corta um pedaço, como é o caso de schincariol que virou “schin”; Bandeirantes, “Band”; Correio do Povo, “Correio”; Coca-cola, “Coca” e o maior exemplo de diminuição: peneumático virou apenas “pneu”. Portanto, se vai criar uma empresa ou produto, já sabe: nada de espichos.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Rigotto na Central


Conforme Sandro Schreiner, assessor do ex-governador Germano Rigotto, está confirmada a sua presença no nosso programa de sábado, o Expresso no Ar. Rigotto deve ser um dos primeiros a ser entrevistado. Mais adiante, teremos o petista Paulo Ferreira e outras surpresas.

Claro, o debate sobre assuntos da semana não pode faltar entre a Sandra, o Márcio e este que vos fala. Fiquem ligados na Central, sempre com o apoio da Nicola Veículos, Clínica da Face, JRV Contabilidade e residencial Ipê, da Construtora Polga.

Leia no Expresso


Receita de saúde

Adoro galeto com risoto, mas dia desses comprei um aqui em Santiago que até cabe um comentário. Estaria tudo nota mil, não fosse por um detalhe: fui “premiado” com um frango meio salgado. Poucos sabem, mas sou contra o sal em excesso, pois é um veneno pra saúde.

Sal x hipertensos

Conforme os médicos, grande parte dos hipertensos ficaram assim pelo abuso de sal, que é só um tempero. Não muda em nada na alimentação, mas atrapalha. O único benefício é o sódio, mas a quantidade diária se consegue apenas com uma colherinha.
Evite o Excesso

O consumo excessivo de sódio não só aumenta a pressão arterial, como leva à doenças cardiovasculares e renais. Ainda interfere na absorção do cálcio, prejudicando os ossos.

Conselho importante

O conselho é ir diminuindo o sal, um dos venenos que se leva à boca, a exemplo do açúcar e a gordura. Aos poucos, o paladar se acostuma e todos voltamos a ser quase como os índios, que não comiam sal.

São Chico

6 milhões de Brasília?

O prefeito Jorge Ernani Cruz e a 1ª dama Ivete estiveram na 13ª Marcha dos Prefeitos a Brasília. Ao município foi garantido R$ 5 milhões através do PAC 2, para serem investidos em calçamento, moradia e saneamento básico. Também estão confirmadas mais três emendas parlamentares. Saldo da viagem: R$ 6,2 milhões em obras. Ernani ainda esteve no Ministério da Integração Nacional, para tratar da liberação de R$ 921 mil referentes aos decretos de situação de emergência.

Perguntinha: são nesses milhões que o grande Horácio diz ter participação?

Bom dia, amigos

Burro de carga

O brasileiro é burro e carga do governo e não sabe. Ele agora trabalha o dobro do que nos anos 70 para pagar impostos e tributos. Conforme um estudo, 40% do que ganha vai para os governos municipais, estaduais e federais.

Fala, região

Fiquei tão feliz, emocionado mesmo, de ver a carta de Marco Peixoto ao Júlio. Nada como uma eleição após a outra. Ponto pro blogueiro;

Muitas notícias de parar Santiago na edição desta sexta. Agitação total na área policial.


Adorei o artigo do Ruy e o da Sandra. Aliás, a Sandra fala dos fofoqueiros pilhados na questão eleição da URI. A coisa encrespou;

Um camarada contou que reuniu-se com um figurão, o qual teve que parar o serviço para recebê-lo. Depois, disse que vai festejar no dia tal, com um presente ganho de quem? Ora de quem... se ele mesmo dissera com quem estava reunido, sem se dar conta, o coió;

Sabia que uma vez um delegado andou puxando revólver para um bêbado, lá em São Chico? Bota machão nisso. Nem sei de onde era esse dito senhor da lei;

Delegado hoje é mera figura pública, um burocrata. Ser foi o tempo em que delegado andava puxando arma e tiroteando ou mostrando cara feia pra bandido, ainda mais no interior;


Interessante como os figurões vão presos seguidamente em São Chico. É vereador, é fazendeiro;

E falando em São Chico, o PP de lá se meteu numa fria. O presidente do partido é acusado de usar nome de pessoas indevidamente para tapar furo das doações de campanha;

Isso virou praxe nos partidos, quer dizer, praxe até um juiz decidir acabar com a festa e calssar mais meia-dúzia;

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Realmente é um desafio...


"Há 5 anos Santiago se destaca no Dia do Desafio. Neste ano a participação foi maior ainda e animação não faltou. Sucesso!", diz meu amigo Éden, assessor de imprensa da prefeitura.

O Cláudio representou o Expresso e ajudou a fazer a equipe perder. Agora, fora de sarro, eu não ligo a mínima para este troço, Éden. Acho uma perda de tempo, mas respeito quem vai, se diverte.

É tipo corrida de carro, outra besteira para mim, feita só pra gastar gasolina e poluir o ambiente. Tô ficando velho, já vi tudo. Concordo também. Valeu, gente. E me desculpem. Me perdoem.

Tô igual ao repórter ranzinza da Central FM. Aliás, ranzinza é o que o Nilson e o Eldrio verão quando eu chegar sábado lá e estiver rodando a vinheta da estreia. Juro que vou falar deles pro Rigotto, que só de nojo, nem vai mais querer o autógrafo do Gonô.

Trem "bão"

Novamente o debate se acirra pela volta dos trens. Reunião e reunião e por ora, nada... Será que estão esperando que algum vereador mude os trilhos do centro da cidade?
Faixa pra quê?

O vereador Marquinhos Peixoto disse ter visto um carro da Brigada Militar ter passado à frente de uma senhora de bengala que atravessava a faixa de segurança em frente à Caixa Federal. "Se nem a Brigada respeita as faixas, o que esperar dos outros motoristas?", lamentou.

São Chico


Viatura x Jaguari

O vereador Jeremias Oliveira (PDT) fez algumas colocações sobre o que disse o Major Ney, referente a transferência de uma viatura para Jaguari.

Não costuma escrever?

“O sr. talvez por um equívoco, colocou que não costuma escrever e mandar ofício e que fala olho no olho, só que para o jornal o sr. escreveu não só uma frase, mas uma página inteira.

Elogios para a administração

O senhor rasgou elogios ao prefeito pela adesão à viatura do Pronasci, mas ao mesmo tempo desrespeitou a administração anterior e também nós, vereadores, que implementamos a mesma luta e adquirimos esta viatura pela consulta popular.

Conquista através do voto

O quartel de São Francisco era um verdadeiro galpão, com a gestão do tenente Ramos e a participação popular, está totalmente recuperado.

A viatura que queremos de volta foi conquistada com os votos dos cidadãos desta terra, meu comandante”, diz Jeremias Oliveira.

Leia no Expresso

Expocipó: contras e prós


Na próxima semana teremos feira em Capão do Cipó. Ótima iniciativa para movimentar o comércio regional. Serão quatro dias de evento, quase demais, principalmente para o expositor de Santiago e que precisa ir e voltar todos os dias. De quebra, terá que enfrentar o barro (se chover) ou o cascalho solto no trecho em obras da RS 377 ao local da feira.

Ingressos caros

Outra coisa que surpreende são os valores dos ingressos: 4 reais. O dobro do que foi cobrado em Santiago. Quanto ao show da Dejavu, o preço é razoável: 10 reais, mais um pila do ingresso à feira. Nos demais shows, paga-se apenas os 4 reais do ingresso na feira. Só pra lembrar: na feira anterior tinha Mano Lima e Gaúcho da Fronteira, de graça, pois não se pagava nada nem na visitação, nem nos shows.


Mil abusos por mês

O Brasil contabilizou quatro mil ocorrências de abuso sexual contra crianças e adolescentes somente nos primeiros quatro meses de 2010. A informação foi divulgada pela secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. As denúncias podem ser feitas pelo disque 100, 24 horas por dia.


A propósito: o Elton não é pessoa que pare de trabalhar para dar conversa pra qualquer um que se acha com representatividade. Este empresário sabe que tempo é dinheiro e não tem furo ou cola presa para aceitar ou sentar-se com meia-dúzia de tupiniquins. Tanto pior para eles...

Últimas...

Estamos no sufoco aqui no Expresso. Muitos fatos, muito trabalho. Hoje ainda me surpreendi com esse acidente na 287, quando um senhor de idade perdeu a perna. Ele foi limpar o vidro embaçado e uma motorista, ofuscada pelo sol, bateu no carro, detonando sua perna. Que coisa!

O vereador Marquinhos Peixoto falou comigo lá da capital, onde estava vendo a questão do IGP - Instituto Geral de Perícia, de que Santiago precisava de mais um perito, ou um posto deste órgão etc. Mas há muitos equívocos a respeito do assunto. Logo, logo diremos.

E as eleições na URI seguem agitando os bastidores da Universidade. A guerra até agora é só de fofocas. E como tem...

No Expresso de sexta


Expresso no Ar
Mercado de trabalho em pauta


O Expresso no Ar, pela Central FM, abordou a questão do emprego com os convidados João Batista Borges (Sine) e Fabiano Marcon (empresa 3e). Confira alguns trechos.

João Batista Borges (Batistinha) alertou que "Há um grande número de pessoas qualificadas para um mercado exigente, mas o Sine tem um banco de currículos com gente formada em Letras, Farmácia, História, Biologia, Administração, Pedagogia... Mas há casos em que falta mão-de-obra especializada. Uma empresa até aplicou uma prova de Português e Matemática e os candidatos não conseguiram acertar", observou.

Qualificação é a base
Sandra Siqueira abordou sobre os cursos de informática e considerou que muitos nem sabem digitação. Em resposta, Fabiano Marcon destacou que saber informática é uma das exigências do mercado. "As pessoas precisam estar preparadas, saber acessar o site de um banco. O problema é que muitos só sabe jogar no computador", lamentou.

Vestir a camiseta
Sandra também comentou que muitos não se especializam, lamentando a falta de comprometimento. Com isso, acabam rodando de emprego em emprego. Por sua vez, João Lemes comentou sobre a importância do profissional vestir a camiseta da empresa e permanecer nela por muitos anos.

Exploração e discriminação
Batista observou também que muitas empresas não pagam os funcionários de forma adequada, o que impede a qualificação. "O salário é baixo. Algumas não depositam nem Fundo de Garantia ou o valor pro INSS. Há muita exploração", comentou. Também denunciou que muitos empregadores exigem padrão. "É triste, mas os gordos, velhos ou baixinhos têm mais dificuldade para arrumar emprego", comentou.

Há muitos empregos,
mas é preciso preparo

"Santiago gera bastante emprego, mas não comporta o número de pessoas que está procurando trabalho", considerou o empresário Fabiano Marcon, dizendo que a qualificação é determinante. É preciso que os jovens saibam planejar o futuro, porque o mercado é dinâmico.

Jovens só pensam no agora

"Tenho alunos com carro melhor do que o meu. Alguns estão no quartel, comprando carro ou moto e não pensam no amanhã. Acabam se endividando", lamentou. Marcon fez comentários a respeito do crescimento da 3E que tem conquistado grande participação em toda a região, ajudando a colocar mais de 505 estagiários no mercado de trabalho.

Pessoas preparadas
João Batista comentou que o mercado de trabalho exige gente cada vez mais preparada. "Hoje já pedem domésticas com Pedagogia e carteira de motorista, pois estão terceirizando a educação dos filhos e, por isso, querem pessoas que saibam muito mais".

Emprega RS
Batista ressaltou o portal Emprega RS, no site empregars.gov.br. “Todos podem fazer seu cadastro e verificar as vagas no Estado inteiro", comentou.

PT manda bala

Paulo Ferreira em Santiago
Santiaguense, ex-tesoureiro Nacional do PT é pré-candidato a deputado federal

Paulo Ferreira vai jantar no restaurante Cia do Sabor, às 20h. Os convites estão à venda com os apoiadores de sua pré-candidatura: o historiador Ruben Finamor e o advogado José Nunes Garcia, dentre outros.

Paulo Ferreira é santiaguense, filho do seu Joventil Marques Ferreira e de dona Maria Alves Ferreira. Ainda jovem foi com a família para Porto Alegre (devido à transferência do pai, que era funcionário público).

É formado em História pela UFRGS. Atuou na Pastoral da Juventude e milita no PT desde a sua fundação. Assumiu, passo a passo, as responsabilidades de construção do partido, foi vice-presidente e secretário geral em Porto Alegre, coordenou em 1996 a vitoriosa campanha Raul/Fortunati.

Em 1993/94 coordenou a bancada de vereadores do PT em Porto Alegre. Foi também Secretário Nacional de Assuntos Institucionais e Secretário de Relações Internacionais do PT. Ferreira pretende agora encarar outros desafios:

Sua meta
“Defendo uma política de renovação, de abrir espaço para outros filiados. Desde o ano passado tenho sido incentivado a concorrer a um mandato eleitoral. Depois de muita reflexão, decidi oferecer meu nome como pré-candidato a deputado federal. Considero um desafio novo e vou dedicar-me ao máximo”.

Entrevistas
Paulo Ferreira também cumpre agenda na imprensa local para a entrevista a jornais e às rádios Santiago e Central FM, no sábado pela manhã, onde responderá questões relativas à sua história, conjuntura nacional, PT, governo Lula e, especialmente, sobre suas expectativas em relação às próximas eleições.

Minha palestra


Na sexta à noite palestrei na Câmara para acadêmicos do curso de Letras da URI e demais membros da seleta plateia, na Semana Literária, da Casa do Poeta. Falei por 60 minutos e, graças aos céus, todos ficaram atentos o tempo todo.

Como (quase) sempre, abordei a simplicidade da comunicação, que é também uma forma moderna. Observei a dificuldade em se fugir das frases feitas, das linguagens da moda. Em suma: disse que o correto em um texto, para ficar atraente e ser lido por mais gente, a exemplo do nosso Expresso, é aproximar fala e escrita.

Como exemplo citei o filósofo Arthur Schopenhauer, o qual morreu 100 anos antes de eu nascer, mas por incrível, deixou exemplos, justo os que eu já praticava, sem ter lido seu livro.

O texto a seguir eu tirei do livro de Schopenhauer, numa forma dele criticar e debochar, até, da maneira truncada, complicada de escrever de alguns escritores e editoras. Vejam:

A próxima publicação de nossa editora:

"Fisiologia científica, teórico-prática, patologia e terapia dos fenômenos pneumáticos denominados flatulência, que são apresentados de maneira sistemática em suas relações orgânicas e causais, de acordo com seu modo de ser, como também com todos os fatores genéticos condicionantes, externos e internos, em toda a plenitude de suas manifestações e atuações, tanto para a consciência humana em geral quanto para a consciência científica: uma versão livre da obra francesa l'art de péter. A arte de peidar, provida de notas corretivas e excursos esclarecedores."
(Arthur Schopenhauer)

Com isso, concluí que muitos palestrantes acabam o trabalho pensando que todos entenderam, e a plateia vai embora achando que o cara é muito erudito, intelectual aponto de ninguém tê-lo entendido.

Falta descomplicar

A complicação vem desde a forma de escrita até a forma falada. As pessoas adoram dizer, por exemplo “déficit habitacional” em vez de dizerem “o nº de casas que faltam”. Adoram dizer “pista de rolamento”, em vez de rodovia, asfalto, estrada... Dizem “egressos do sistema prisional” em vez de “ex-presidiários”. “Recolhido ao presídio”, em vez de “preso”. “Veio a óbito”, no lugar de “morreu” e assim se vai...

Deturpações

Ainda faltou mostrar a deturpação da linguagem, exageros, distorções etc.
Redundâncias como “seguir adiante”, “encarar de frente” “voltar atrás”, “dádiva divina, ou de Deus”, ”quem cedo madruga”, “logo em seguida”...
E há também coisas impossíveis, e que a toda hora repetem, como “noção exata”, “péssima qualidade”, “ele é um dos mais autênticos”...

Politicamente correto? Isso?

Outro tema foi o "politicamente correto", para maquiar a realidade, do tipo: "adultos maiores", "melhor idade", "feliz idade", "maior idade", "terceira idade", portador de necessidade especial" (como se consegue "portar" uma necessidade?)...

Era isso. Espero que tenham gostado.
A todos os que me ouviram, o meu muito obrigado.

São Chico

Viatura pra Jaguari:
Não é transferência, é remanejo

O major Antônio Ney foi à Câmara esclarecer sobre a transferência de uma viatura para Jaguari e disse que há um mal entendido, pois não houve transferência, mas um remanejo. "Minha forma não é mandar oficio. Vou no olho a olho para explanar e o que ocorreu. Não sei onde está previsto que devo solicitar à Câmara para fazer este remanejo. Claro, se houvesse vedação legal eu não agiria desta forma."

Decisão menos ruim

"O remanejo da viatura foi para manter a segurança na área rural de Jaguari, pois nossa Brigada atende 10 cidades e se eu tomei esta decisão foi a menos ruim dentro de um contexto. Já houve várias manobras assim, como no ano passado, quando trouxemos quase todo o 5º regimento pra conter uma quadrilha que aterrorizava o interior de São Francisco."

Viatura e mais
gente pra policiar

"Mesmo sabendo da necessidade de um policiamento mais ostensivo na área rural de Jaguari, aguardei a viatura do Pronasci, por meio da excelente iniciativa do prefeito Ernani, para depois fazer o remanejo temporário. Esta viatura trabalhou quatro dias e estragou, mas digo aos assisenses: assim que for consertada, ela voltará para São Francisco, que também está recebendo mais 12 soldados, a maioria, com experiência para enfrentar a criminalidade", esclarece o comandante.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Plano diretor?

João Lemes

"Soube algo sobre o novo Plano Diretor de Santiago. Alguns primeiro acabaram suas obras, com prédios inadequados no quesito "garagem", para depois tentar aprovar o dito plano. Após a obra, errada ou não, tudo fica por isso mesmo, e tomem mais irregularidades. A seguir fuçando no assunto, saberemos de muito, muito mais coisas." (preservo o nome apedido)

Acidente com Bianchini


NADA grave

Olá amigo João:


Estamos de volta em Santiago, eu e o Dionathan. No acidente citado por ti, não sofremos nada. Foi uma fatalidade. Chegamos à Capital por volta das 8:30 e, ao acessar a via principal de entrada, com muita chuva e pista molhada, encontramos ela congestionada, horário de pico, com fila tripla de veículos na faixa de domínio.


De repente, uma caminonete Pick-up Ranger, do Campus Federal de Alegrete, que estava na nossa frente, deu uma freiada brusca, o Dionathan imediatamente freiou, nosso carro deslisou alguns metros e acabou batendo na traseira do pick-up, ela não teve avarias, o carro da câmara teve danos no farol direito, no capô, no para-choque dianteiro, na grade dianteira e um leve amassamento do radiador, danos de pequena monta, à vista grossa foi isto. As providências cabíveis já estão sendo adotadas para um desfecho correto da situação.

Grato e forte abraço.
Miguel Bianchini.

São Chico

Pau no Expresso


O comando regional da Brigada esteve em São Chico. O major Antônio Ney foi dizer na Câmara os porquês de uma viatura ter sido levada pra Jaguari, rebatendo o vereador Salbego. Em vez de prestarem atenção ao fato do qual o policial falava, os vereadores se prestaram a bater no Expresso. Virou rotina...

Valem quanto pesam

Vai ver estão brabos pelas denúncias do torra-torra de dinheiro com as diárias, assunto que rendeu até ação na Justiça. Outra citação do jornal é que o presidente Horácio Brasil (PP) gastou dois mil reais para trazer 200 mil de Brasília. Aí o Expresso sugeriu que fossem todos os vereadores de uma vez, já que o Lula tá pagando por cabeça. Imagina!

Um fã e uma fã

Aí, o Renato e eu. Deste eu sou fã.

Dona Ana Braga fez uma declaração sincera e se declarou fã do Expresso e deste blogueiro. Objetiva, simples, simpática e minha leitora. Ela é mãe do César Braga, da Casa do Poeta. Valeu, dona Ana. Obrigado. Espero que também goste do meu livro.

Acabei de ligar pra Central e pedi a música Seu Olhar, do Renato Durão. Obra bem feita, uma das mais pedidas da nova emissora. E é de Santiago. Liguem 5577 e peçam também.

Ao poeta Froilam

Na quinta-feira teremos o lançamento do livro do meu amigo, meu mestre na escrita, o poeta Froilam Oliveira. Admiro este santiaguense, outro floridense de sucesso. Vozes e Vertentes traz a poesia brotada da alma, escrita por quem conhece a esgrima. Será no Centro Cultural, às 20 horas.

o dia chega
no apagar
das luzes

a noite foge
par’além
do poente

atropelado
bando
de avestruzes

de escuras
penas vai-se
de repente

(Froilam Oliveira)

Cousa feia


Eis o acidente aqui pertinho do jornal, na famosa esquina da Silveira com a Benjamin. A propósito, seu Toninho, o senhor não mandou cortar aqueles galhos que impedem a visão de quem sobre rumo ao centro, pela Benjamin...

Bianchini se acidenta

Acabo de saber que o vereador Bianchini sofreu acidente em Porto Alegre, com o carro da Câmara. O motorista era o Dionatan Farias, assessor parlamentar. A princípio não houve nada grave. Aguardemos.

E neste exato momento, outro acidente. Bem aqui na frente do Expresso. Sem gravidade.

Desafio

Mas de quem foi esta ideia de jerico, de juntar a imprensa pro cabo-de-guerra? O Jones já não vai, eu também não, só vai restar o Gonô.

Morte de cipoense

Foi suicídio

Em relação à morte trágica do cipoense Maurício Tormamm, acabo de saber o que de fato aconteceu. Infelizmente, pra nós, da imprensa, é muito ruim ter que divulgar esse assunto, de que o empresário cometeu suicídio, dando um tiro no peito, em Ijuí.

O fato teria sido na frente da esposa. Apesar de ser empresário em Capão do Cipó, era policial em Ijuí e seus colegas de trabalho nunca notaram nada que desvirtuasse o comportamento do falecido. Ele também era o tesoureiro da Expocipó. Seu corpo está sendo velado naquela cidade, onde também deve ser sepultado.
Mato-grossense
atento ao Expresso

Reparto com vocês a minha alegria ao acessar o Expresso aqui das plagas sul-mato-grossense (Campo Grande) tenho a oportunidade de me manter informado sobre a nossa querida e hospitaleira Santiago e região. Cumprimento o seleto grupo de colunistas, com distinção a Jari Espig pela abordagem de temas tão relevantes e oportunos. Pela excelência na construção dos textos de forma precisa, concisa e irretocável. Parabéns! O resultado do trabalho em equipe depende do empenho de cada um dos integrantes. (Adaltro Albineli Pinto)

Saúde interessa


Dia Mundial da Saúde - No último sábado muita gente se reuniu ali na praça. Houve diversas atrações, uma delas, a prática da capoeira, como mostra essa foto do colega Cláudio Brum. Bela foto, Cláudio!

Abalo em C. do Cipó

Coisa triste termos que noticiar mais uma morte acontecida tragicamente. Maurício Torma, de Capão do Cipó, tesoureiro da Expocipó faleceu em Ijuí. Não tenho mais detalhes, mas creio que tenha sofrido acidente de carro.

Frase do dia



“O pessoal hoje em vez de fazer curso de informática, fica apenas nos joguinhos. Falta também comprometimento com o que se busca.”

Fabiano Marcon, professor e empresário, sobre a geração de emprego, na Central FM - Expresso no Ar.

Poucas e boas

Agradeço ao Vanderlei Machado por duas coisas: por ele ter assistido à minha palestra na Casa do Poeta e pelos mamões, me refiro às frutas que ele me deu.

Este negócio de consulta popular é só pra cumprir tabela. Ontem alguns se reuniram para escolher as tais demandas. Pra quem não sabe, são as obras e investimentos para a nossa região.

Daqui a uns dias haverá a votação geral e quanto mais gente for na assembleia, mais a região ganha. Nunca vou entender isso, pois creio que o governo deveria decidir onde aplicar, quem precisa mais... Pra isso existe governo.

Na semana que vem teremos a Expocipó. Serão quatro dias de feira, um exagero, no meu ponto de vista. Vamos nos empanturrar de feira.

Só espero que não chova, tendo em vista que o acesso à cidade está em obras. Há um cascalho naquele trecho, mesmo assim, com chuva a boca não será boa.

Novamente o debate se acirra pela volta dos trens. Reunião e reunião e, por ora, nada... Será que estão esperando que algum vereador mude os trilhos do centro da cidade?

segunda-feira, 24 de maio de 2010

É o meu garoto!!


Estou mais uma vez revelando aqui o meu orgulho pelos meus filhos. Este lindão aí da foto (não é a cara do pai?) é o Joãozinho H. Lemes, que estreia seu blogue. Quem diria... Os outros dois não gostam muito da escrita, mas a pequena fera, de apenas 11 anos, bota calando. Até vou pedir pro Márcio pra arrumar melhor a cartola do blogue dele, que eu não soube fazer direito pro guri. Viva o meu garoto!
Eis-me ao lado do Almeida e do Giovani Pasini, lá na casa dos amigos de sempre. Foi uma noite e tanto. Obrigado, amigos e até a próxima.

Efeito dominó


Esta moça bonita, de vermelho, ao lado de outras tantas bonitonas mais o cantor Renato Durão, é a Mariana. Além de destacá-la aqui pela sua formosura, aproveito para pedir desculpas publicamente por tê-la derrubado lá no Flashback.
As outras duas mulheres desta foto, a Ana Deyse e a Leandra sabem do que estou falando, mas verdade seja dita: o culpado foi o Menna que me deu uma trombada, aí, o efeito dominó foi inevitável e acabei perdendo o equilíbrio e derrubando a bela Mariana. Perdemos o equilíbrio, mas não a pose, não é Mariana?

Caça aos votos

Está quase aberta a campanha pelos votos. De todas as partes, de todos os partidos, chegam pré-candidatos. O ex-prefeito de Santa Maria, Valdeci Oliveira é um deles e vai encarar uma campanha a deputado estadual. Será a força da região pelo PT, assim como o santiaguense Paulo Ferreira, que deve estar em Santiago neste fim de semana.

Rigotto - O ex-governador Rigotto (foto) também virá. Ele falará no diretório do PMDB no próximo sábado, bem cedinho e, depois, vai na Rádio central para uma entrevista ao nosso programa, o Expresso no Ar.

Votos e votos - Eu também já escrevi que Santiago tem voto por todos os cantos e para cada candidato que se habilitar em ir buscá-los. Minha analogia também me faz crer que o candidato apoiado por vereador leva vantagem, pois o legislador atuante sempre acaba transferindo algum voto.

Mais tragédia

Lamentável a morte deste rapaz lá na nova-velha RS 377. Georgivan Laerte Cruz (29 anos), empresário, era filho dos donos da papelaria Três Irmãos. Ele perdeu a vida quando desceu do carro para ver no que havia batido, provavelmente, era uma lebre. Naquele exato momento, um caminhão o atropelou. Fatalidade que soube ainda no domingo, só restando o meu triste lamento por mais essa vida que se vai.
Chove aqui em Santiago. À noite já havia sido chuvosa, mas deu uma paradinha por algumas horas e agora baixou de novo. "Enquanto chove, não faz seca."

Comentário

A casa do poeta que agradece a brilhante palestra, ministrada com sinceridade e eficiência. Parabéns pelo trabalho! Muito obrigado por tudo!
(Carlos Giovani Pasini - presidente da Casa do Poeta)

domingo, 23 de maio de 2010

Meu findi

Minha sexta-feira foi bastante movimentada. Iniciei à noite, com a palestra na Câmara, na Semana Literária. Obrigado ao Pasini e demais membros da Casa do Poeta pelo convite.




Foi um privilégio ter falado para tão nobre público. Após os atos culturais, uma gelada lá no Flashback. Muita conversa e diversão com os amigos.

Sábado ouvimos o Batistinha e o Fabiano Macon lá no Expresso no Ar. Tema: a geração de emprego. Detalhes nos próximos capítulos. Às 14 horas fui ao programa da Lígia Rosso e do Pasini, o Palavras e Ondas, pela mesma emissora, a Central FM.

Festa e festa


Na tarde de sábado, após um bom descanso (não dormi nada na noite anterior) me reuni com amigos fiéis e ouvi boa música com o Renato Durão. Grande cantor.

A despedida foi novamente no Flashback com muitos, muitos amigos. Um abraço a todos vocês.

sábado, 22 de maio de 2010

Logo, às 10 horas, a Sandra Siqueira, o Márcio Brasil e eu estaremos com mais um Expresso no Ar, na Central FM.

Nossos convidados serão o João Batista Borges, Batistinha, e o Fabiano Marcon. Um é servidor público, o outro é professor e empresário.

O tema: emprego, mão-de-obra qualificada... Fique ligado, porque antes e depois dessas ilustres figuras teremos os debates sobre a semana em Santiago e tudo o que foi notícia.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Comentário

"Concordo com o Moisés, como acadêmica do Curso de Direito, noto a boa vontade, dedicação dos professores e da Coordenação do Curso." (denise)

Rigotto em Santiago


O PMDB segue trazendo só figurões em Santiago. Depois do Fogaça, o ex-governador Germano Rigotto. Ele vem dia 29, sábado. Marcará presença às 9 horas, no diretório do PMDB.

Eu prometo

Hoje, daqui a pouco (8 horas) estarei lá na câmara, na Semana Literária, falando sobre meu livro, o Expresso, minha vida.

Mas alto lá. Prometo não enrolar ninguém. Prometo ser breve, prometo que vou tentar ser agradável, prometo contar piadas (aí que mora a chatura)...

Prometo não bater em ninguém, prometo apenas bater na forma como se escreve no Brasil, prometo não encher linguiça, prometo não cantar nada, prometo que vou tentar não ser chato. Portanto: me prometam que irão me assistir.
A URI é ouro

Não concordei com alguns pontos da coluna do Froilam Oliveira. Não creio que a eleição na URI aponte uma crise. É, sim, a democracia. É inegável a contribuição da URI na formação de centenas de profissionais, os quais saem habilitados para contribuir nas empresas ou cargos que ocupam. Quanto aos que se formaram em Direito e não conseguiram aprovação na OAB, penso que o colunista também está equivocado, pois foram poucos os formados na URI que fizeram a última prova. Muitos não pretendem exercer a profissão de advogado e sim prestar concursos. Portanto creio que a URI não vem perdendo espaço e que sua fase de ouro continua.

Moisés Brás Silva
Acadêmico do curso de Direito
Dr. Colpani, o
“Dedinho de Ouro”

O Sadi Machado está tão feliz com seu programa aos domingos na Central FM, que nunca esquece de mandar abraços ao dr. Colpani, o qual apelidou de “Dedinho de Ouro”. Pior foi o barbela que aos ser atendido pelo mesmo médico, no outro dia lhe enviou um buquê de rosas.

Oposição tardia

No programa Expresso no Ar, o vereador Pedro Bassin criticou a tática dos partidos de oposição ao PP. "Todo mundo se une 120 dias antes da eleição para escolher um candidato pra ser crucificado. Não tem como ganhar", observou.

quinta-feira, 20 de maio de 2010


Vamos falar de moda?

Há muito observo a evolução da MH, Moda Íntima, com matriz em São Borja e filiais em várias cidades, tendo milhares de revendedoras no Estado afora. As lingeries, especialidade da marca, não são apenas peças avulsas, são itens de beleza, de autoconfiança e de feminilidade, sem falar nas joias, semijoias, bijuterias e demais acessórios que oferece, mas esperem lá: os homens também têm vez.

Esta eu aprovo - Mas além dos produtos para elas, que me encantam pelos lindos modelos e criatividade, também há uma linha para nós, homens. Dia desses encontrei algumas cuecas em minha gaveta cuidadosamente compradas e organizadas pela Suzana. Gostei tanto de usá-las que nunca mais procurei outra marca, até porque o produto é daqui, é mais barato e em nada perde para grandes grifes do país. Portanto, tudo provado e aprovado.

Em Santiago, a MH fica na Tito Beccon esquina com a Barão do Rio Branco, telefone 3251.9350. Uma loja com visão empreendedora e atendimento! A revendedora Elisana Cassol nos atende com perfeição!

Quatiaras e lagartos

O Expresso de amanhã trará cobras e lagartos sobre tudo o que disseram por aí. Sexta-feira, dia de Expresso. Atenção!

Dona Ayda levou os filhos, os demais não a imitaram. Sim, as crianças nem têm idade para atuar na universidade, só os manos, as minas, sobrinhos...

Pra vocês verem o nível da fofoca e o apelo pra vencerem as eleições.

Será que este velhinho que morreu ali em Boqueirão também não foi por culpa da dona Ayda? Do jeito que as fofocas andam, do jeito que as "quatiaras", saltam, tudo é jogo pelo poder.

O Grêmio perdeu ontem, deu adeus à Copa do Brasil. Por coincidência, comi um peixe ao meio-dia. Uma piava. E o Denilson, nem piou.

Ainda no Expresso, a síntese do Expresso no Ar, com o trio BBB: Bruxo, Bianchini e Bassin.

São Chico sem lei

Faço este relato em nome da população assisense e para que o nosso delegado regional, que é tão camarada, tome uma atitude.

Um pai chutou a perna de uma criança de 4 anos, fora o laço na esposa. Foi levado preso pra Delegacia pela Brigada. Sabem pra quê? Pra ser liberado de lombo liso.

Outro camarada andava bêbado numa Brasília, colocando em risco a vida de pedestres. Também foi preso e apresentado na delegacia. De novo foi liberado, talvez até sem pagar fiança.

A seguir assim, melhor rasgar todas as leis ou mandar um delegado pau-ferro para São Chico velha do Oeste.

As últimas

O Expresso tá quase, quase... Enquanto isso, o tempo faz uma cara feia. Olho aqui pela janela e vejo só nuvens.

Falando em nuvens, hoje é dia de ouvir o "Guenô", pela central FM.

E vê se rodem alguma música, porque o João Ramos, ao meio dia, só conversou. Deu até receita de chá de guanxuma. Vai ver é o "ramos" dele.

Ontem, após minha postagem sobre Rosane Vontobel, como candidata à pró-reitoria da URI, foi aquele rebuliço. Coisa normal.

O certo é que ela tem apoio de muita gente grande, importante, nomes fortes que ajudaram a nossa URI.
Expresso no Ar vai
discutir os empregos

João Batista Borges (do Sine) e Fabiano Marcon (da 3e) debaterão a geração de empregos e a formação de mão-de-obra, com Sandra Siqueira, Márcio Brasil e João Lemes, no Expresso no Ar. O programa acontece aos sábados, das 10 às 12 horas pela central FM, 87.9.

São Chico

"Engraçado que um senhor que botou a boca no trombone, se dizendo desprestigiado pelo PP, teve a coragem de alegar que agora esta sem emprego, pois não teria conseguido se eleger, mas ele entrou para a política pensando em trabalhar pelo povo ou para arrumar um emprego?, e ao não conseguir se reeleger tentiou de todas as formas um cabide, que vontade estranha esta de fazer política." (Leitor de São Chico)

Em terra de cego...


Governo faz grau na
entrega de óculos

Na terça-feira, o governo do Estado mandou dois representantes, Jorge Pozzobon e Celso Deleprin, para a entrega de 150 óculos de grau, prometidos na Rua da Cidadania (ano passado). A entrega ainda teve a presença das secretárias Sônia Uberti, Mara Machado e do vice-prefeito Toninho.
Como se vê, o vereador Pelé também se grudou na foto. O que quase faltou foram óculos. Só não vê quem não quer.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Rosane na pró-reitoria


Pronto! Posso finalmente dar a notícia que estava na garganta: Rosane Vontobel Rodrigues vai concorrer à pró-reitoria da URI. Foi indicada num consenso.

Este fato alegra não só a nós, seus amigos, mas a toda a região, pois como ela mesma me disse: "É Santiago que busca esta vaga em Erechim".

Ela que estava indo pra casa, pra aposentar-se, vê seu nome indicado e não foge à raia, como mulher forte, de valor e que desde menina luta pela educação. Méritos teus, minha amiga.

Desejo todo o sucesso do mundo à professora Rosane e aos membros de sua chapa, que Deus ilumine seus passos para o bem da URI, e de Santiago.

A única coisa que me deixa triste (um pouco) é que você e o Eri poderão ir embora de Santiago, e Erechim é loooonnngeee! Shuif, shuif...

São Chico

Dinheiro por cabeça?

Horácio Brasil, presidente da Câmara de São Chico, disse que iria gastar só R$ 2 mil para ir a Brasília. "Mas em contrapartida, vão vir R$ 200 mil para cá". Mas que tal?


Será que o Lula está liberando dinheiro por cabeça? Se fosse assim, os nove vereadores poderiam ir pra Brasília também. Daria 1 milhão e 800 mil no total.

Interesse de quem?, mesmo?

E nesta semana o ilustre presidente do poder assisense negou uma diária a um vereador de outro partido, o qual queria ir a Porto Alegre (muito mais perto).

A justificativa era que a viagem não tinha interesse público. Sim, e em Brasília, é de interesse público.

Interessante que levou anos para que a câmara pensasse em negar diárias sob o aspecto "interesse público".

Só mesmo depois que o Expresso andou mexendo no vespeiro, com Promotoria e o escambau. E a pergunta que não cala é: curso para locutor é de interesse público?

Rolo da prestação
de contas do PP

Pior ainda é o rolo da prestação de contas do PP assisense. O presidente do partido usou o nome de muitos para conseguir encaixar a prestação de contas. Pelo menos esse é o reclame de alguns que já entraram na Justiça exigindo retratação e indenização. Ainda bem que o Fábio paz fez curso de Direito.

Na semana que vem eu vou dar uma ajudinha para ele. Vou largar aqui todos os nomes dos envolvidos e supostos envolvidos que ele colocou no documento de prestação de contas. A lista completa vai sair.

Felicidade é isso

ESTOU FELIZZZZZ!!!!

Nada muda aqui no jornal, nada muda comigo, mas estou feliz por alguém que muito admiro. Logo, logo, terei uma ótima notícia pra Santiago e região. ESTUPENDA NOTÍCIA. Fiquem ligados...

terça-feira, 18 de maio de 2010

Enquete Expresso

A quem deveria caber a manutenção das calçadas?
( ) Ao dono do terreno, já que seu imóvel valoriza mais. 92 votos - 39.5%.
( ) À prefeitura, pois o passeio é público e todos usufruem. 141 votos - 60.5%

Os novos guardas devem:
( ) Ficar uns dois meses só orientando os infratores no trânsito, pois ninguém pode ser multado sem ser avisado.
( ) Eles já devem iniciar multando, já que a “conscientização” ão funciona muito em Santiago.

Entre em www.expressoilustrado.com.br e opine.

Viatura para Jaguari

Ainda sobre a Brigada Militar em São Francisco, o comando geral, por meio do major Antônio Ney, respondeu às críticas do vereador Salbego de que uma viatura fora levada pra Jaguari contra a vontade dos assisenses. Conforme o major, a remoção foi meramente técnica. Ele disse ainda que tem o maior respeito e carinho pela comunidade, mas é preciso agir com profissionalismo quando houver motivos.

Deu na imprensa

"Em ano eleitoral, tudo pode, tudo é fácil, tudo pode acontecer. Cada vez que um candidato vem ao Rio Grande do Sul fazer a aprsentação da sua campanha, somos forçados a escutar a mesma ladaínha que dominou os anos de 2006, 2002, 1998, 1996 e por aí vai. Não importa que a maioria ds promessas ofende a inteliência média do cidadão: é mais importante a imagem do que a ação."

Obrigado, dona Ione

Recebi a visita da Ione Moreira, mãe do cantor Ângelo Franco, que me trouxe o disco do seu filho, no qual ela também canta uma música. Agradeço pelo presente, dona Ione. E lhes digo: já era fã do seu filho, mas este disco novo “de onde eu venho” ficou um espetáculo.
Como diz meu amigo Cevi Cogo, “O Ângelo tem uma voz que o diferencia dos demais, e até a sua batida ao violão é diferente. Além isso, não muda sua origem, canta com alma, tem sotaque de missioneiro e é cria nossa”.

Veja no Expresso

Problema do
silo e do asilo

Todo o ano, o mesmo problema: o “silo perto do asilo”. Em virtude da secagem de grãos, uma certa dose de fumaça e pó prejudicam as pessoas nas proximidades, até alguns idosos ali do asilo. A reclamação é feita, o Expresso publica, mas a solução ninguém tem, afinal, a indústria tem que andar. Seria o caso do senhor secretário ambiental dar uma resposta?

Poucas e boas

Motoristas bêbados. Na última semana foram quase 100 no Estado, sendo uns 10 só em Santiago, parte deles, menores de idade. Alguns até bateram o carro;

Na sexta-feira à tarde o alarme da Câmara de Vereadores disparou por diversas vezes. No dia em que de fato for um ladrão, ninguém vai dar a mínima;

Quase todas as pessoas esquecem cerca de 90% daquilo que aprenderam. Isso é
natural, mas em casos de ter aqueles "brancos" muito seguidos, fique alerta. Pode ser algum distúrbio.

Muitos compram celulares e ganham os tais de bônus, vários minutos de ligações. O problema é que eles ficam ligando pra todo mundo sem a necessidade e, o "ônus" dessas promoções, acaba sendo da gente.

Um ônibus da Rizatti que levava um grupo da região para fazer compras em São Paulo foi tiroteado no Paraná. Os passageiros foram saqueados. Ninguém se feriu.

Mais de 4 mil e 500 pessoas fizeram o concurso pra Caixa Federal, em Santa Maria. O resultado sai em breve.

Estudo revela que consumo de alimentos com agrotóxicos pode estar relacionado com a hiperatividade de crianças e adolescentes.

Alexandre Frota dá chega-pra-lá em Geisy Arruda. "Ela não me atrai como mulher",
disse o ator sobre a estudante que ficou famosa por ser perseguida na Uniban (SP).

Durou pouco a permissão pras rádios transmitirem a Voz do Brasil no horário que bem entendessem. O Supremo Tribunal Federal suspendeu esse direito e agora todas terão que exibir o programa no horário de sempre: às 19 horas. Algumas rádios irão manter a programação alternativa pela Internet.

A mais recente captura de assaltante em Santiago envolve um presidiário. O camarada que levou pânico à casa da família Peixoto estava no semiaberto. Esse entra-e-sai do presídio é o que deixa a nossa polícia de cabelos brancos.

Um vídeo que mostra meninas vestindo roupas íntimas num concurso de dança é a nova polêmica da internet. Até a rede de TV americana ABC deu destaque a comentários negativos.

Quando Rigotto inaugurou a 377 sem a estrada estar pronta, muitos caíram em cima dele. Outros disseram que a governadora Yeda é que acabaria o serviço. Ela até inaugurou o entorno de Santiago, mas ainda falta muita coisa na estrada para dizermos a palavra pronta.

Pelo comentário do peemedebista Valério da Rosa, no programa Expresso no Ar,
ela vai de fato deixar a finalização do trabalho para outro governo. É, Valério. E falavam do Rigotto, o qual fez a maior parte, ou seja, quase tudo.
Nada como um dia após o outro eh,eh,eh.

O vereador assisense Silon Falcão meteu o carro por cima duma vaca ao voltar de Santiago. Resultado: animal morto, carro amassado e uma ação dele na Câmara em sua própria causa.
Alguns pastores brigaram e o resultado são novas igrejas em outros recantos de Santiago. Isso que eles pregam a união. Imagina se fosse o contrário.

Últimas...

Óculos x cegos

A filha da governadora não veio entregar os óculos, mesmo assim eles estão sendo entregues pela própria secretaria da Saúde. De fato não precisava ela vir para esse fim, que seria mais um ato simbólico, mas sabe como é, em terra de cego...

Copa do Mundo

A prefeitura vai diminuir uns 30 milhões em ISSQN para que o Inter reconstrua seu estádio para a Copa do Mundo de 2014. É um baita dinheiro que a cidade abre mão em troca de um possível retorno com o grande evento.

Cruzeirinho

Se fosse aqui, e a prefeitura fizesse isso pró Cruzeirinho em função da Copa Santiago, seria um Deus nos acuda. Um monte de gente reclamaria.

Expresso no Ar

Márcio Brasil, Valério da Rosa, Pedro Bassin e Bianchini
PP ataca em todas
No Expresso no Ar entrou em pauta a fraca atuação dos partidos de oposição nas eleições em Santiago. Eu disse que o PP sempre ganha aqui porque se articula, colocando lideranças em todos os cantos, nos bairros, nas maiores entidades: Câmara, Sindicato Rural, Hospital e até na universidade.
Aí, o vereador Bianchini (PP) rebateu dizendo que não se faz política nessas entidades. Mas eu não disse que faziam política, eu disse que essas lideranças se projetavam nessas entidades por um processo natural, coisa que a oposição não sabe fazer.

Oposição carrasca
Já o vereador Pedro Bassin (PSDB) foi categórico. “A oposição é individualista. Assim, dificilmente chegaremos ao governo municipal”. Os partidos se reúnem 120 dias antes de uma eleição para escolher um para ser crucificado. Nós precisamos é criar mais lideranças”...

Falta representatividade
Valério da Rosa (PMDB) quer pesquisa para ver quem são os melhores nomes, deixando ideologias e vaidades de lado. “Desse jeito não se elegem nem a síndico. Falta popularidade, falta contato com o povão, representatividade... Quando Rigotto era governador, o filho do ex-deputado Marco Peixoto veio entregar viatura em Santiago, mas quem deveria ter feito isso era um vereador do partido”, argumenta Valério.

Problema dos doutores
Márcio Brasil disse que sobram “doutores” na oposição e falta gente de maior nome junto ao povão. “É ‘doutor’ pra cá, ‘doutor’ pra lá... O últimos candidatos foram Dr. Paulo Rosado, Dr. Accácio, Dr. Burmann, Dr. Vulmar”, explica o jornalista.

Vereador na mão?
Como Bianchini criticou a governadora Yeda, dizendo que ela massacrou o funcionalismo e por isso não seguirá seu partido (PP) em apoio a ela, O vereador Pelé (PP) disse por telefone que Bianchini é o único vereador do PP que não vota em Yeda. A resposta veio no ato: Bianchini disse que não pode dizer a posição dos demais vereadores por não ter eles na mão. “Se o vereador Pelé sabe disso, talvez ele tenha eles todos na mão”, disse.

Chicão, consenso?

O nome do ex-prefeito Chicão veio à tona porque a jornalista Sandra Siqueira queria saber se era possível haver um consenso pra apoiá-lo, tendo em vista as coligações na majoritária.

O ex-vereador Valério acha impossível, embora admita que o ex-prefeito tenha chance. “Nós vamos apoiar os candidatos do PMDB, como o Tobias Calil, vereador santa-mariense”, enfocou.
Pedro Bassin foi da mesma opinião. O PSDB vai apoiar gente do próprio partido.

O resgate da cadeira

Sobre os nomes a deputado, Bianchini falou que o Vale do Jaguari, bem ou mal teve por 20 anos o seu representante na Assembleia, ajudando a nossa região. Hoje não temos mais essa referência abrindo portas para vereadores e prefeitos. Temos que resgatar essa cadeira e se não fosse o Chicão, e se alguém da oposição tivesse condições, ele apoiaria sem problema algum.

São Chico e
seus interesses

“Antes de Marco Peixoto ir para o Tribunal, um deputado esteve em São Francisco oferecendo vantagens aos vereadores do PP. Pensando em si próprios, aceitaram, ficando comprometidos. Os vereadores do PP do vale do Jaguari teriam a obrigação de apoiar o Chicão, mas os de São Chico preferem outros nomes, infelizmente”, desabafa Bianchini.

Valério da Rosa ainda informou que ele e seu partido farão campanha para Tobias Calil, mas jamais irão contra o Chicão.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Tarsila adia visita

Por motivo de mau tempo previsto para amanhã (18), com previsão de temporais, "TARSILA CRUSIUS" (filha da governadora Yeda) adiou sua vinda a Santiago para a entrega de óculos da "Rua da Cidadania." A nova data de sua visita será no próximo dia 27 deste mês.

Visitas ilustres


Marcelo Arigony e família

Recebemos há pouco a visita do nosso delegado regional, o dr. Marcelo Arigony, acompanhado de sua família, a esposa Juliane e a filha Ana Luíza. Todos já integrados à cidade, dizendo-se satisfeitos com a receptividade.

Conhecendo a redação

Nesta visita de cortesia Arigony já ficou conhecendo nossas instalações, estreitando os laços com a imprensa, o que é de suma importância numa comunidade como a nossa. E como ele frisou lá no Expresso no Ar: temos que fazer “polícia, não política” , se referindo à política partidária. Essa da boa vizinhança, temos que fazer sempre.

Ideia contra violência

Desde o início notei a desenvoltura desse novo chefe de polícia, o seu empenho em diminuir a violência, o seu poder de liderança. Fico feliz por saber que não me enganei.
Falando sobre este programa do governo estadual, o PPV - de prevenção à violência, descobri outra grande iniciativa de Arigony, a de criar a Delegacia de Vulneráveis.

Só existe um posto da Mulher, então, a ideia seria transformar ele numa delegacia dos ditos “vulneráveis”, reunindo os queixosos da violência doméstica em geral, as vítimas de crimes de racismo etc, enfim, dando mais praticidade e evitando constrangimentos por parte de quem vai fazer a queixa.

Lógico que esta nova delegacia não poderia ser no mesmo prédio das demais, mas num ambiente separado.

Arigony já falou com os vereadores e outras liderenças. Amanhã é dia de visita da filha da governadora, a Tarsila Crusius. Está na hora de pressioná-la e obter uma palavra favorável a esta baita ideia de Arigony, pois quem ganha é Santiago, ou seja, todos nós.