segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Mas essa dos 48 mil que eu li no blogue do Rafael foi de lascar. O cruzeiro nos deve explicação, e já!

Erro do erro

Quando falei no erro do Correio do Povo, hoje à tarde, não me recordo se eu disse que o caso já se repetira? Foi o legítimo erro do erro, pois assim que Chicão fora eleito, o jornal já havia publicado o tal cara aquele como se fosse o santiaguense.

Chicão empossado

Nova bancada do
PP na Assembleia

Chicão, Pedro, Mano e Adolfo.
Frederico, Silvana e Fixinha.

Selvageria

Surgem mais indícios de que os “animais” andam atacando as nossas crianças. Mas temos que ver bem para não cometermos injustiças. Pelo que sei, a polícia civil está no caso e só vai dar flagrante se de fato houver indícios.

Já se sabe que uma menininha de 9 anos teria sido abusada por três “sujeiras”: pelo irmão (17 anos), pelo tio (29) e pelo padrinho (42). Porém, a delegada não deu o flagrante, pois quer ter a certeza dos fatos.

E teria mais um caso de uma menininha de 4 anos que teria sido molestada por familiares. Mas onde vamos parar?

Conforme alguns juízes, nesses interiores, em famílias muito pobres, era comum acontecerem casos assim. As pessoas viveram e ainda vivem meio ao deus-dará.

Bianchini tá brabo

"MAL-AGRADECIDO!


Não fui convidado nem a para a diplomação, nem para a posse.
A política é uma caixa de surpresa!

Obs: Para quem não entendeu, refiro-me a diplomação e a posse do Deputado Estadual Chicão o qual esqueceu de mim. Talvez por eu não ter importância nenhuma na sua caminhada vitoriosa."


Esquecimento
x convites

Creio que o Chicão, em meio a tantas coisas, esqueceu de convidá-lo, pois duvido que o gringo iria deixar essas questiúnculas atrapalharem sua trajetória. E ele não é de guardar rancor (caso alguma discordância tenha acontecido) e sabe bem o valor que o vereador Bianchini teve na sua campanha.

Eu mesmo, só fui convidado de boca e por um assessor dele. Também não recebi nada oficial, mas não ligo, sei que nessas horas a coisa aperta.

Poucas e boas...

Hoje os olhos políticos do Estado se voltam para a Assembleia, onde o nosso deputado Chicão também toma posse. Quem viu o Correio do Povo de hoje notou que mais uma vez a foto do santiaguense foi trocada. Coisas da imprensa...

Alguns não gostaram da nossa ideia pra nova logo da prefeitura. Além de incompetentes (pelo menos nesse trabalho foram) não sabem admitir as críticas. Que coisa!

Diniz Cogo faceiro e diz que concorre a prefeito. Pediu meu apoio. Respondi que daria, mas antes ele precisa de um apoio bem maior, o do seu próprio partido.

E sexta ele faz a festa na Betânia com Os Atuais. Uma das maiores bandas do Brasil. E sempre bem “atual”.

Em Unistalda, Moisés quer ser o vice do Ribeiro. Estaria de volta a velha dupla de peso? Moisés, recomeçaria sua caminhada à cadeira principal da cidade.

Estou a toque de caixa aqui no expresso, pois na sexta-feira, me vou rumo ao litoral. Quero apenas sol e mar.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Eu amo os índios


Dia desses o meu filho e eu encontramos um idiozinho tentando vender uma cesta de palha. E foi o João H. que me chamou a atenção para o menino. Me aproximei e comprei a cesta dele. Depois, o JH o convidou para irmos à nossa casa, onde o indiozinho ganharia lanche e uns brinquedinhos.

Lá fomos nós. Na hora do lanche, já na mesa de minha casa, o menino não aceitou um copo de leite. Ele pouco fala a nossa língua, então, apenas sorria e não queria pegar o copo. Lá pelas tantas falou sorrindo que não tomava. (me admirei, ora uma criança não gostar de leite)

Esse grupo de índio esta acampado ali atrás do hospital. Os visitei e soube que são de Santo Augusto, creio que de alguma reserva. Eles são tímidos, falam pouco a nossa língua (são caiguangues) mas são também inofensivos.

Tenho grande carinho pelos índios e lamento por nossos antepassados, os quais tomaram tudo o que eles tinham, até a dignidade. Segunda vou lá levar uma cesta com alimentos a eles, assim, pago um pouco dos nossos pecados.
(espero que você faça o mesmo)

Críticas

Acho uma maravilha o fato de todos opinarem, denunciarem. Mas pera aí, todos sabemos que se a crítica for tecida pra defender um amigo ou familiar, corremos o risco de sermos passionais, tendenciosos, tudo levado pela emoção.

Entre amigos

Antoline, eu, Moisés, Nego Kabo e o Carioca.

Nova diretoria da Liga Desportiva e as autoridades.


O amigo Prates me deu uma chance em seu blogue quando eu molhava a palavra ao lado do amigo Diniz Cogo.

Ótimos momentos, destes que a vida nos dá de presente. Valeu pela companhia, amigos. Pra quem não sabe, a esposa do Diniz, a dona Eloí, é quem cuida dos nossos processos judiciais. Excelente profissional.

O outro amigo que me defende quando me enrosco com a Justiça é o Rodrigo Vontobel, grande figura também, quase um irmão pra mim. Aliás, a sua família é a mesma minha.

Também mando um alô especial ao Moisés, ex-prefeito de Unistalda, ao Antoline (atual vice no exercício de prefeito) e ao Nego Kabo. Estou esperando pelo convite e fazer aquele futebol em Unistalda. Mas por favor, me convidem o Ruy.

O Moisés até hoje não esquece da crônica do Ruy em nossa homenagem. O peão de estância (hoje na política) e o "lourinho" da comunicação, com histórias parecidas.

Há anos conheço o Moisés e pra seus amigos ele sempre foi o mesmo. Fino, educado, inteligente, divertido e cantor nas horas vagas. A vida realmente é a melhor das faculdades.

Churrasco

Hoje é domingo e eu consegui me livrar do serviço de assar carne, pois meu vizinho (o Careca) recebeu a visita de um grande amigo meu, o Valderi, e ambos resolveram churrasquear.

Como sei que o Valderi é um ótimo assador, me aproveitei das brasas deles e, de quebra, ele também assou a carne pra nós aqui de casa. Obrigado, amigos. Noutra vez será a minha vez.

Liga desportiva

Parabéns à nova diretoria da Liga Esportiva Santiaguense. Ao Luciano, ao Fernando, ao Aquino e a tantos outros desportistas. Teremos um ano muito importante para o esporte amador e vocês serão os protaganistas dessa história de paixão pelo esporte.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

As de sexta

Ótima sexta! Depois da entrega de jornais (Expresso) quase pronta, começa a cair uns pingos. Nesta época, chuva nunca é demais. Ops, estão fora deste contexto SC, Minas e Rio.


O Expresso traz uma riqueza contida nas palavras dos nossos colunistas. Estão todos incríveis! Adorei as colunas do Ruy (coisa de louco a história do seu Ico) e do Pasini, sobre o chá. Adoro chá.

Na semana que vem, largarei em direção às praias. E hoje já aprendi uma lição com o cronista David Coimbra (ZH). Nunca cante uma donzela que esteja sentada. É um risco. Ao levantar-se, a dita pode virar uma abóbora de pescoço.

Bianchini larga na frente e contata o Dnit. Quer redutor de velocidade para o trevo do Batista. Esta iniciativa é corretíssima, meu caro vereador.

Hoje tem um encontro da Liga Desportiva. Luciano e seus amigos fazem um belo trabalho. Estarei lá.

Arigony deixa Santiago e já é destaque nos jornais de Santa Maria, onde assume como chefe de polícia. Que baita cara! Sabe muito bem qual o seu papel pelos palcos do trabalho.

Dia desses ouvi meu amigo Jones com mais uma de suas pérolas. Disse que tem gente que trata animal como bicho. Hoje frisou que deve haver lei que proteja as vacas de leite. Virou indiano?

Já o Paulo Pinheiro sempre avisa que voltará após "o intervalo". Essas duas figuras são de fato admiráveis. Outros baitas caras!

Tô recebendo pilhas de e-mails com sugestões pra nova logo da prefeitura. Um dos leitores quer ver ali o milho, trigo e a soja que a região produz.






quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Agora tá perfeita


Nova logo da Prefeitura

A nova logomarca da prefeitura de Santiago, que deve ser adotada nos próximos dias, constará em todos os documentos oficiais do município. A ideia foi do meu colega de Expresso, o Denilson Cortes, e já foi devidamente idealizada por diversas agências de publicidade. (Devem ter cobrado uma nota, mas o “produto final”, como eles chamam, ficou ótimo).

Para o leitor se situar,
deixo uns lembretes:

O espeto com a picanha, lembra a Capital do Churrasco.
O coelho (na volta do “S”), dá a devida importância ao Sai da Toca.
O Raposão, pra lembrar da Copa Santiago. (Que anda meio malecha das pernas, mas tudo bem. Que seja).

Também estão inseridos os símbolos que mostram outros eventos oficiais, como Carnaval, Feira do Livro, Santiago Em Cena...

O computador é uma alusão à Terra dos Blogues e das fofocas, das vaidades...

Ah, e este baita galho sugere que a cidade cuida do meio ambiente. (Educação Ambiental).

E se alguém achar que ainda há lugar para mais coisas, de algum evento ou obra importante que não colocamos, por favor, nos ligue, passe e-mails, enfim, vamos deixar tudo nos trinques. Modernidade é isso!


Aula de sabedoria

No último sábado, o empresário Celvírio Jornada foi o convidado do programa Expresso no Ar. Ele falou sobre o crescimento de sua empresa, a Mecânica Jornada e também sobre o seu envolvimento com entidades comunitárias.

Questionado como dá conta de atender tantas compromissos, Jornada disse o seguinte: "Precisamos buscar o envolvimento das pessoas ocupadas.
Pois quem é desocupado é porque não tem muito compromisso com as coisas". Com sua simplicidade, o empresário deu uma aula de sabedoria.

Frase do dia

"Não reclame por seu chefe ser burro, talvez essa seja a razão de ele ter te contratado"
(@prosopopeio)

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Prisão aos fraudadores
de bancos via internet

Cinco, dos seis presos pela Operação Social Engenharia.com (Polícia Civil gaúcha) já tiveram a prisão preventiva decretada. Eles são acusados de burlar o sistema financeiro pela internet, praticando estelionato, falsidade ideológica, formação de quadrilha, falsificação e montagem de cheques, cartões de crédito e documentos de identidade. Essa operação já cumpriu 14 mandados de busca no RS, SC e Bahia.

Grito do Nativismo


Estou no trabalho, escrevendo, montando página, corrigindo textos e ouvindo a boa música do Rio Grande, pois acabo de receber o disco do festival Grito do Nativismo, de Jaguari. Obrigado ao prefeito João Mário e ao João Pinheiro, pelo privilégio da visita.

Trata-se de um dos maiores festivais do estado, bem organizado, bem apresentado e bem divulgado. O disco já roda no mesmo dia do evento, coisa rara hoje em dia.

E a prefeitura só dá a estrutura pro evento, nada de colocar dinheiro, como é de fato o correto. Prefeitura não deve colocar dinheiro em festival.

Lá em Jaguari as pessoas vão ao evento para ouvir música e aplaudir, não como aqui, que a maioria vai pra beber e comer em meio às barracas.

E se você falar algo, ninguém "torce o rabo" contigo, como fazem aqui, num desrespeito para com a imprensa. Mas se acham que fazem eventos sem ela, metam bala. Sorte a de vocês. (foto: Rafael Nemitz)

OAB perde terreno


O jornalista Paulo Santana da Zero Hora, jornal de grande circulação no sul do país, escreveu em sua coluna do dia 22 de janeiro:

"Excêntrico por todas as formas este exame de ordem da OAB para os bacharéis poderem se tornar advogados. Já estudaram por cinco anos, se formaram, mas muitos deles, os que não passam no exame, se veem impedidos de exercer uma profissão para a qual foream capacitados pela universidade.

Além desse contrassenso estupendo, é cobrada dos examinados a taxa de extorsivos R$ 200, que chega a fazer supór que a OAB lucra com esse rigor.

E os que conseguem provar que não tem condições de pagar a taxa são submetidos DESUMANAMENTE a 45 dias de via-sacra burocrática na busca da isenção.

Tenho a certeza DE QUE É DESCONFORTANTE OPRESSOR PARA A OAB ESSE EXAME".

No Expresso

Violência banal

Santa Maria registrou 30 assassinatos em 2010. E as autoridades acham pouco para uma cidade de 200 mil habitantes, conforme estatísticas.

Menos poluição

Até 2014 o RS quer inspecionar todos os veículos para evitar a poluição ambiental e sonora. A inspeção deve começar este ano nos carros fabricados a partir de 97.

Collares x OAB

O ex-governador Colares, que é advogado, manda a OAB olhar o umbigo, dizendo que a prova da Ordem é o maior absurdo na história do Direito brasileiro. Um crime.

Ajuda:

Amigos, anotem esta:

Suicídio não se divulga, todo o político em cargo eletivo "foi eleito" e "prefeito em exercício" só pode ser o titular, trabalhando.

O deputado (recém) eleito até pode ser (se ele ainda não assumiu) ; vice-prefeito no cargo de prefeito está correto e em suicídio só se fala quando houver dúvidas a respeito do caso (investigação por suspeita de crime, por exemplo).

Essas benditas expressões devem ter nascido dos famosos cortes que as pessoas dão nas frases.

Quanto ao suicídio publicado, é pura falta de ética.

Frase do dia

“Chove aqui em Floripa. Alagamentos, risco de enchentes, morros desabando, casas destruídas, povo flagelado! Saudoso, volto os olhos para a nossa querida Santiago, sol ardendo nas paletas, canícula abrasando o mar verde do pago.”

Jayme Piva, colunista do Expresso

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Pardais

Os pardais no estado não estão funcionando. Os de Santiago (lombadas) também não. os do estado são por falta de contrato com a empresa que opera o serviço, e os de Santiago?
(pelo menos o da Tito não funciona)

Leia no Expresso:


Há soluções
para os acidentes?

O ano iniciou com mau presságio, o de que teremos muitos acidentes nas rodovias da região. Só na 287, trecho da polícia rodoviária de Santiago, foram 11 em 2010. E não adianta dizer pra não correrem, para terem cuidado... É só ver a estrada boa e lá se vão eles voado. E tomem soluções; se o acidente for no trevo, vamos remodelá-lo; se um carro pegou alguém noutro trecho, faremos uma passarela; se for na pista muito estreita, vamos deixá-la mais larga; se houver vaca na estrada, vamos prendê-la; se o dano for causado por pinheiros, vamos arrancá-los...

Ninguém se dá conta de que as coisas têm o nome de “acidente” por que são acidentes. No caso da passarela, Santa Maria já fez a sua, mas poucos são os que sobem as escadas para usá-la. A maioria segue arriscando-se pela pista. Outra: as pessoas sabem do perigo, os ciclistas sabem que devem andar com roupas claras, os pinheiros e o trevo não se movem... Também vale lembrar que a vontade de resolver tudo é só agora, num período diferente, com muitos acidentes na mesma temporada. Logo, logo, todos esquecem...

Algumas coisas acredito que devam ser modificadas realmente, como o trevo do Batista, a exemplo de muitos outros no Estado que já estão diferentes. Os motoristas devem ter mais cuidados, assim como os ciclistas e pedestres, mas são coisas a longo prazo. Por ora, o que está bem à mão são os animais na pista. Estes sim, devem ser extintos a bala e virar churrasco, como bem disse o promotor Barbará, pois dono que é dono, cuida dos seus.
(foto, Denilson Cortes, para o Expresso Ilustrado)

Visita ilustre

Hoje avistei aqui pela redação o meu amigo Júlio Prates. Lembrei (é impossível não lembrar) dos tempos em que éramos colegas de Expresso. Pobre lombo dos que se metiam conosco né, Júlio?).

O Júlio estava até engraçado, com seus "oclinhos de vovô", eh.eh,eh.
De cara perguntei da Nina. A pressa me fez esquecer de dizer que ele e a Liziane Melo estão dando muita bóia praquela criança. Tá grande demais pra sua idade.
(e deveras linda também).

"Poluição"

COMENTÁRIO:

Caramba!!! Que coisa mais surrealista! Medonho! Tinhoso! Mau gosto! Não sei quem fez, mas é bom fazer outro... E pode partir do ZERO!!

Abraço! Rodrigo Medeiros

No Expresso:


Cidade “poluidora”

Não somos contra as inovações, desde que sejam coerentes. Já falamos da pilha de logomarcas no símbolo da prefeitura de Santiago - Cidade Educadora. A pinhosca tinha uma clave, lira, mão e, agora, ganhou um galho de árvore. Além disso, há dois slogan amontoados: “Terra dos Poetas” e “Cidade Educadora”.

O nome mesmo de “Prefeitura de Santiago” quase não se vê, perdido em meio à poluição visual. Nossa terra pode não ter poetas, mas é a única do Estado que tem mais marcas por metro quadrado.

Crise do estacionamento
atinge até os motoqueiros


São muitas as reclamações sobre a falta de estacionamento no centro da cidade, sendo que até vagas para motos já foram demarcadas. O propósito é para que o motoqueiro não tome a vaga de um carro, mas esses locais ficaram escassos, devido ao grande número de motos.


Uma das causas apontadas para a falta de espaço são os funcionários públicos e do comércio que deixam seus veículos próximo ao local de trabalho durante todo o dia.

Frase do dia

"Machista é um idiota querendo irritar as amigas. Feminista é uma lésbica que não quer mais se depilar"
(@nigelgoodman).

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Festa da Leandra

No sábado à noite festejamos o aniversário da minha amigona Leandra Viero. Uma festa para poucos, mas esses poucos, muito amigos. Felicidades a ela, ao Júnior, a toda a sua querida família.
Entre amigos: Deyse, Jorge Viero, Leandra, eu e a Suzana

Festa até às 3 da matina. Olhem o meu assanhamento, lá no fundão da foto.

Os novos advogados

Vanderlei, Dionísio, Eldrio, Alex e eu.

Acabamos de vir lá do escritório dos meus amigos Éldrio Machado e Alex Castilho Dal’Carobo, os quais fazem parte do novo grupo de advogados que ganha o mercado de trabalho.

Fiquei muito feliz por eles, pelo Éldrio que conheço há anos, pessoa séria, inteligentíssima e bem preparada. Um verdadeiro parceiro, um amigo-irmão desses que a gente conta nos dedos.

Por lá também estava o meu outro amigo, o Vanderlei Machado, pessoa fantástica! Tirando o suco que eu virei na calça dele, o resto foi só boa prosa e alegria.

O advogado Dionísio da Costa, num gesto muito bonito esteve lá cumprimentando aos novos operadores do Direito, como eles dizem.

Parabéns aos dois advogados pelo escritório recém-inaugurado. Ele ali na Tito, ao lado da Farmácia São Jorge. E quem quiser contatar os caras, anotem o fone: 3251-1127.

Amor à camiseta?

Leiam esta:

GRÊMIO: DE NOVO
A MESMA CHORADEIRA?
(do blog do Ruy Gessinger)

Estava eu placidamente no meu escritório, recém tinha almoçado um entrecot com batatas noisette no Varietà, quando um amigo me ligou:
- sintoniza a Gaúcha.

Era o Sala de Redação. Ouvi só cinco minutos, pois meus preciosos neurônios não podem ser muito fustigados.
De novo a mesma arenga, comandada pelo indefectível Santana.
O Jonas seria o new Ronaldinho, o Calabar gaudério, o Iscariotes dos Pampas, o traidor gauchesco.

Repetindo o que Confúcio e se não ele o Karl Marx disse a uma de suas namoradas:
- se me trais uma vez, a culpa é tua; se me trais duas vezes, a culpa é só minha…
Pombas, de novo querem que o jogador de futebol seja amador? que jogue por amor à camiseta?
Tsk, tsk, quaaanto amadorismo…..
O Jonas impôs uma multa rescisória baixa e a então direção do Grêmio não tinha o que fazer, senão aceitar.

Agora, acho que bobeou em não pagar uma jamanta para ele ficar.
Pena que o Inter não entrou na jogada. Eu já tinha separado uma novilha para a ajudar…

www.blog.gessinger.com.br

O clone

A clonagem das contas no Banrisul é a legítima “saída pelo ladrão”. Menos mal que o banco teve lucro de milhões em 2010 e pode ressarcir os clientes. Isso é ruim pra todos, mais ainda pra instituição.

Cidade poluidora I

Hoje vi uma cena típica de gente sem amor pelas nossas coisas, pela natureza... Nem 10 planos de Cidade Educadora mudará isso, embora o programa seja um dos caminhos, ou talvez o único.

Um camarada desce do carro, uma EcoSport preta (frente ao edifício Picolli, perto da JL tecidos). Acreditei que fosse um "adeva". Na sua mão, um monte de embrulhos, papéis...

Notei que deixou cair algo. Fiquei pronto pra avisá-lo, caso não visse. Pensei: se for grana ou documento ele arca o lombo e pega.

Mas não era, pois fechou o carro e saiu a passos, deixando o que caíra ali mesmo, no chão. Nem viu ou não quis ver, que a dois passos dele estava uma baita lixeira.

Depois, dizem são os pobres que sujam as ruas, não têm educação...

Algumas do dia

A segunda até esboçou um chuvisco, mas ainda não vi nada. Nuns lugares, água demais, aqui, de menos. Novos tempos, novos tempos...

Copa chega ao fim, Inter campeão. Sorte dos colorados, azar pra Copa. Eu sou Inter, mas torço mais pela cidade, pelo evento que merecia ver outro time levar a taça. Agora, merecimento dos times em campo é outro detalhe...

Parabéns à Iguaçu FM que fez excelente narração nas finais da Copa com o meu querido amigo Paulo Bandeira. Ele acabou se emocionando ao ao relembrar os bons tempos.

Santiago triste por ser notícia negativa no estado em relação ás crianças abusadas sexualmente.

Chicão pronto pra assumir seu posto. Com ele irão Mara Rebelo, Tavinho, Paulinho (ex-motorista do Peixoto), Maria e o Moura. Equipe 10!

sábado, 22 de janeiro de 2011

Baita frase

"Eu quero que o NIETZSCHE VÁ CARPIR UM PÁTIO OU A P.Q.P. (EU MESMO)"

(Vanderlei Machado)

Arigony vai embora

Nem bem chegou, muito fez e já se vai. Pena. Pena mesmo.

Leiam o e-mail do delegado regional de polícia Marcelo Arigony.

Prezado João,

Estou sendo transferido de volta para Santa Maria, onde deverei ser empossado como Delegado Regional, na sexta-feira, dia 28 de Janeiro, as 11h.

Embora não fosse meu interesse deixar Santiago ainda, as mudanças fazem parte de nossa vida profissional e não pude recusar a nova e importante missão.

Acho que, embora por um curto período, semeamos novas idéias em Santiago e região.
Assumimos a região policial em uma ocasiao tumultuada, com alguns problemas locais e nas cidades de Itaqui e São Borja. Essas questões foram resolvidas e agora vivemos um momento de certa tranquilidade.

E, com essa leva de novos delegados, preenchendo as lotações que estavam vagas, tudo vai ficar muito bem aí nessa terra abençoada, onde fiz muito amigos.

Deve assumir como Regional em Santiago o delegado Cairo Adalberto Ribeiro, oriundo de Santo Ângelo.

Estou em férias, mas pretendo estar em Santiago na terça e quarta-feira próximas, para providências finais como delegado regional.

Na linha da relação que tivemos com você e o Jornal o Expresso, venho agradecer o apoio recebido e salientar o quanto acho importante uma boa relação polícia-imprensa, traduzindo-se em ganhos para comunidade.

Fraterno abraço.
M. Arigony

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Ser ou não ser poeta...


EIS A GALINHAGEM


Nunca entrei e não entro nessa história de quem é ou não é poeta. Só sei que todos merecem espaço. E lê seus escritos quem quiser.

Meia dúzia de escritores em Santiago, que vivia de bem, pra não dizer se lambendo, agora deu para entrar numa bobagem de trocar ofensas sobre isso, coisa de principiante, pois a sociedade nem quer tomar conhecimento disso, a não ser, claro, a patota ligada ao meio. Logo, estão falando pro vento...

Me admira também o jogo de vaidades entre alguns, usando espaços preciosos na mídia para formular opinião, para trocarem farpas bestiais.

Me dou com todos, poetas e não-poetas e a todos respeito e dou ouvidos. Lógico, tenho minhas preferências, como Oracy e outros, mas nessas minhas rodas de conversa, jamais entro no mérito de fofocar deste ou daquele, se fulano é ou não é poeta. Se quero dizer que é poeta, digo de público. Dos que eu não disser nada, certamente é porque (ainda) não fizerem por merecer meu precioso tempo.

Portanto, fechem os “bebedores de lavagem”, como dizia minha tia para este pobre servo de vocês, e vão todos pensar em algo mais útil. E quem dá bola pra picuetas, é do tamanho delas.
E fim de papo.

Artigo do dia

Parabéns à Ordem
dos Advogados do Brasil

Júlio Cardoso*

Parabéns à OAB por finalmente representar os anseios sociais no STF contra a imoralidade pública das pensões de ex-governadores. Trata-se de uma prebenda inaceitável, fruto do viciado e longevo tecido deteriorado da política brasileira de tirar vantagem, que sempre dominou o país, mas que precisa urgentemente ser combatido. E fica provado que é cabide de emprego puro para a maioria dos governadores a decisão de um dia governar o seu Estado. Se não fosse, rejeitariam a indecente remuneração vitalícia.

Todos os demais trabalhadores brasileiros, para se aposentarem com módicos salários, têm de cumprir o tempo previdenciário regular de toda uma vida de trabalho. Por que os ex-governadores e ex-presidentes da República têm tratamentos privilegiados e não consentâneos com os princípios de igualdade de que trata o Art. 5º constitucional? Eles desempenharam apenas mandatos políticos transitórios e sem nenhuma vinculação empregatícia. Trabalharam pouco tempo e ainda levam para casa uma imoral remuneração vitalícia, custeada pelos contribuintes nacionais?

Não está certo! Mas os “ilustres” políticos beneficiados não consideram isso imoral. Bem, quem não tem caráter não acha nada imoral. Só que os benefícios vitalícios dessas sinecuras são considerados legais porque a maracutaia foi criada pelos próprios políticos, sem o aval e sem o concurso da sociedade.

Esse tecido viciado (podre) da política brasileira continua a prosperar por culpa exclusiva de grande parte da sociedade brasileira, acomodada, como se estivesse deitada em berço esplêndido, que não reage contra os velhos vícios e abusos, que dilapidam, diuturnamente, a fazenda pública, e engordam os bolsos de políticos solertes, verdadeiras ratazanas roedoras da nação.

O Brasil está precisando de um choque de moralidade pública, não é mesmo ex-governador catarinense Leonel Pavan? Não lhe dói a consciência ao pretender receber pensão vitalícia de ex-governador transitório por apenas nove meses?

*Bacharel em Direito e servidor federal aposentado

RG. 394.437
Tel.47-33634184
Balneário Camboriú-SC

Jaguari:

Grito do Nativismo
começa nessa sexta

Milhares de pessoas devem lotar o pavilhão do Capejar hoje, sexta-feira, em Jaguari, para a 1ª noite do 22º Grito do Nativismo Gaúcho. Além da apresentação de seis músicas concorrentes, haverá show com César Oliveira e Rogério Melo e show-baile com Os Mateadores (haverá gravação do DVD ao vivo).


O festival é uma promoção do Clube de Caça e Pesca, com o apoio da Prefeitura, Câmara, Jaguari Energética S.A, CEEE, Grupo Guascor, Caixa Federal, Acofem, Coagrijal e Fertilizantes Piratini.

Ordem de apresentação:

Sexta, 21: 1ª - Na Solidão de um Domingo; 2ª- A Voz dos Avós; 3ª - À Deriva; 4ª - Décima do Campeiro Urbano; 5ª - Por Viver; 6ª - Quando A Sombra Desce o Cerro.

Sábado, 22: 1ª - A Mão do Tempo; 2ª - Feito uma Tava no Ar; 3ª - Quando a Alma Sente Frio; 4ª - Sinceridade; 5ª - Estação Saudade; e 6ª - Dois Momento de Saudade.

Domingo, as 12 concorrentes voltam ao palco, quando a comissão julgadora composta por Vilmar Villa de Menezes, Piero Ereno, Roni Dernardi, Eraci Rocha e Ramires Monteiro, irá escolher as premiadas.

São Chico é notícia


João Lemes vira tema da

primeira sessão da Câmara

Um leitor de muito bem humorado mandou uma crônica ao jornal, relatando a polêmica que envolveu meu nome e a direção da Câmara de vereadores durante o ano de 2010. Desnecessário dizer que tudo não passa de uma obra de ficção, portanto, que ninguém e ofenda com as brincadeiras do assisense. Acompanhe sua narrativa:


2011 começa na Câmara de São Chico e essa foi a pauta da primeira reunião:

JOÃO LEMES, vamos ter ele do nosso lado ou correr com ele???

Com a palavra o vereador Horácio Brasil:

“Senhor presidente, senhores vereadores: Eu queria dizer que em Acreuna-GO, os vereadores aprovaram lei denominando uma rua daquela cidade, de rua JOÃO LEMES. Vamos articular apoio e aprovar um projeto denominando também a nossa rua João Lemes... assim, o João fica feliz e calminho, calminho...”

“Rua não, tem que ser uma avenida João Lemes, como a que existe em Campo Grande, Capital do Mato Grosso do Sul”, grita o vereador Ademar Ross. “E digam que foi minha ideia. Assim, ele para de me chamar de couro grosso”.

Com a palavra o vereador Lone Bianchini:
“Mas avenida só temos a Farroupilha... o jeito é aprovar uma rua João Lemes, como quer o Horácio, pois até em cidade grande como Chapecó (Santa Catarina) já criaram essa rua.”

O vereador Paulinho pede a palavra e diz:

“A gente deve se esforçar e vamos fazer uma homenagem justa, pois em São Paulo os deputados denominaram de rodovia João Lemes a principal estrada que passa em Sorocaba. Não sei. Acho que por eu ter sido o mais votado, vocês poderiam me delegar poderes e eu farei uma consulta pessoalmente ao João, olho no olho, conversa de loiro pra loiro”.

Com a palavra, o vereador Mauro Martins:

“Estamos é nos preocupando demais com esse João Lemes. Temos tantos outros problemas como os dos cachorros na cidade. Vamos é romper com o Expresso e assinar o Sentinela que eu só falou bem de todos, até do prefeitinho Ernani...”

“Se eu fosse vocês, não criava esse projeto. O João Lemes foi vereador em Cruzeiro do Sul (Paraná) e mudaram até o nome da rua em frente à Câmara de lá, só para homenageá-lo. Vá que ele se empolgue e venha pra São Chico concorrer aqui...”
Acrescentou o vereador Silon. “A Presidência eu não entrego pra ele. Vamos é fazer uma homenagem pro doutor Ovídio”.

O vereador Fábio Paz pede um aparte e faz a seguinte colocação:
“É verdade. Nisso o Silon, apesar de ter me tomado a presidência, tem total razão. O João Lemes foi prefeito em Itapeva nas Minas Gerais. Não podemos arriscar e deixar ele vir se candidatar aqui. Deixem ele pra lá. São Chico precisa é de PAZ”.

Já o Vereador CRIA foi mais longe:
“Tapeou o boné na testa e, sem medo de nada, lascou essa:
"Rua nada, é João Lemes - São Chico 2012. Vamos copiar a cidade de Bataguassu-MS que elegeu João Lemes como seu Prefeito. Quem sabe o cara não vem pra cá e se elege. Matamos dois coelhos com um tiro só: ganhamos a eleição pra Prefeitura e ainda eu garanto um cargo de secretário de obras no lugar do Pingo”.

Para finalizar o vereador Gambá:
“O que vocês decidirem eu apoio, pois não quero problemas com ninguém, melhor não contrariar nada, assim como disse o Araponga, continuo sendo um vereador legal, que não fede e nem cheira”.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Trevos

Esta história de pedir ao Dnit que arrume os trevos parece ser uma boa, mas aposto que seria bem mais proveitoso se pedisse para o Detran RS, pois lá são todos compadres. E a história de membros do Tribunal de Contas e este órgão é uma novela bem antiga e rentável.

Artigo do dia

Éééééééééé....
...um baita erro!

Seguindo a linha dos vícios e interjeições, abordamos hoje o já famoso “éééééé” que todos dizem entre uma palavra e outra. Acredita-se que essa expressão tenha substituído o antigo “ããããã”. Tais sons são emitidos pela ansiedade em querer preencher o espaço que fica quando o raciocínio não está bem alinhado.

Vejamos:
A catástrofe que causou danos no Rio tem origem ééééé nos maus tratos do homem ééééé contra a natureza. A solução seria ééééé montarmos uma ééééé ong que consiga conscientizar ééééé a todos sobre os prejuízos que causamos a nós mesmos.”

A solução para evitar esses sons é ficar alerta e quando surgir o vazio entre as palavras, o remédio é deixá-lo ali, pois é preferível o silêncio enquanto se pensa no que dizer, ao afobamento por meio do “éééééé”....

Depois de ler o texto acima bem como está, experimente ler o abaixo e, no lugar do “éééé”, deixe apenas o silêncio e verás que sua oratória ficará melhor.

A catástrofe que causou danos no Rio tem origem--------nos maus tratos do homem--------contra a natureza. A solução seria--------montarmos uma------ong que consiga conscientizar--------a todos sobre os prejuízos que causamos a nós mesmos.”

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Vamos rir?

Primeiros atos do novo prefeito de Capão do Cipó.

O povão e as filas

Muitos querem consulta de graça, paga pelas prefeituras. É direito e devem seguir exigindo, porém, há que se ter paciência em alguns casos. Não defendo prefeitura, mas convém lembrar que até pra consultas por ótimos convênios (como Hospital de Unimed) e até particular, é preciso esperar cada um a sua vez. Muitos médicos, exemplo do urologista Carlos Colpani, é preciso esperar até um mês para conseguir espaço na sua concorrida agenda. E ele mesmo não pode fazer nada, não privilegiando nem aqueles quem pagam particular, exceto em caso de urgência.

E a polêmica com falta de médico segue em Santiago, pois ninguém quer atender pelo SUS com o que paga a prefeitura. Logo teremos mais ESFs, mas só os prédios...

Ao querido Peixoto

Soube agora que o nosso ex-deputado quer dar jeito nos trevos.

Mas em 20 anos ele não consegui isso, será que agora, como conselheiro, vai conseguir?
Ou esqueceu que não é mais político?

Na verdade, o que ele precisa arrumar é um "trevo de 4 folhas" para seguir tendo a sorte que teve até hoje de se manter em alta e pra desejar mais sorte ao filhão lá na Câmara.

O trator cipoense


Esta foto foi tirada em 2007, quando ele foi de trator pra câmara, pra mostrar que as estradas estavam brabinhas. O gringo é de faca na bota ou não?

O prefeito Froner se foi de férias, o vice viajou. Restou pro Serjão (PP), vereador presidente da Câmara, eleito este ano. E não é que o cara entrou feito um trator lá?

Demitiu meia dúzia, até o chefe de gabinete do homem. No Expresso, traremos os detalhes desta decisão, mas já vou adiantando: conheço o Sérgio Seifert e sei que é sério, só falta me dizer as razões pra fazer tanta limpeza na prefeitura cipoense.

Visita ilustre


Pelé segue
batendo um bolão

Hoje recebi a ilustre visita do meu amigo Antônio Carlos, o vereador Pelé. Conversamos sobre vários problemas municipais, como o já famoso estacionamento rotativo, as obras anexas à Câmara etc.

Também soube que o novo presidente da casa do povo já abriu mão de 90 mil reais do orçamento que é de direito aos vereadores, para obras a cargo da prefeitura. Exemplo! Volto a dizer: nossa Câmara é exemplo para o Estado.

De todos os vereadores da velha guarda, só o Pelé não pendurou as chuteiras. Segue na ativa e acabou voltando à presidência da casa. É de admirar.

E em todos esses anos que conheço o Pelé, já tivemos alguns altos e baixos, mas nada em desabono à sua reputação. Mas todo esse trabalho e alguns percalços que enfrentou, nem devem tê-lo afetado, afinal, o rapaz nem cabelo banco tem e segue batendo um bolão.

Desejo sucesso a ele e a todos os demais vereadores e que sigam mantendo uma das câmaras mais organizadas e enxutas do Estado. E lembrem-se: união, acima de tudo.

Lixo

Estamos dando um importante passo sobre o lixo eletrônico. Agora, uma empresa de Santa Maria virá buscar tudo aqui, basta que, para isso, levemos esse lixo eletrônico nas lojas revendedoras. Elas são obrigadas a receberem de volta.

Ivo Patias

Engraçado, o Ivo Patias alega tanta inocência e não é capaz de procurar a "IMPRENSSA" para dar sua versão, enfim, mostrar o que ele tem para provar e discordar dos apontamentos do Tribunal.

Ninguém irá atacá-lo aqui. Tenho carinho pela sua pessoa, mas ele precisa me trazer as provas.

A imprensa tem a obrigação de colocar a sua versão dos fatos, e sem lhe cobrar um puto pila. Mas pra que isso aconteça, ele deve abrir o jogo. tem que partir dele, somente dele.

Antes ele cometeu erros por cair em mãos erradas, deixando que o barco andasse. Foi uma pena, meu caro amigo. E não cometa o mesmo erro de novo.

Visita a São Chico

Vereadores Cláudio (Cria), Silon Falcão, Mauro e eu, conversa animada na praça.

Estive em São Francisco e fui recebido pelo presidente da Câmara, Silon Falcão Vieira, vice Cláudio Aguiar e o secretário Mauro Martins. Como não poderia ser diferente, um dos assuntos em pauta foram as diárias.

Nesta foto o vereador Cria aponta o dedo e pede para que eu dê uma aliviada nos vereadores.

Brincadeiras à parte, a nova mesa diretora foi unânime em afirmar que haverá muita transparência.

Falcão garante que não vai privar ninguém de viajar, mas as diárias pra cursos serão liberadas duas por ano para cada vereador.

É isso aí, amigos legisladores. Começo a ver avanços na casa do povo. Nada contra os demais presidentes, mas com novas cabeças, surgem novos métodos, novas ideias. Espero que sejam de fato cumpridas à risca.

São Chico é notícia


Canil Assisense:
um ato de amor

“Fiquei indignado com a pessoa que fez acusações sobre o nosso canil, citando a sigla E.P. Sei do esforço da família Galego: esposa, filhas, genro que diariamente atendemos animais que foram abandonados por irresponsabilidade de seus donos.


Antes de denunciar as coisas, essa pessoa deveria inteirar-se da verdade, pois são mais de 100 cachorros que recebem alimentação e afeto dessa família, muitas sem ajuda dos assisenses nem com ração.


Vamos nos unir e colaborar com recursos e ração para o nosso Canil Assisense.”
José Pedro Bellagamba

Novo escritório
de advocacia

Na próxima segunda o meu querido amigo Éldrio Machado abrirá seu escritório de advocacia. Seu sócio será o advogado Alex Castilhos Dal'Carobo. Será na Tito Becon 1568, em frente à rádio central. Desejo todo o sucesso do mundo aos novos defensores das leis.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O leitor responde

O site do Expresso perguntou qual seria a solução para o a guerra civil do Rio de Janeiro:

Dobrar o atual tempo de cadeia: 11 votos - 10.2%; Prisão perpétua: 16 votos - 14.8%; Pena de morte: 65 votos - 60.2%; Legalização das drogas: 16 votos - 14.8%

Frase do dia

“O Grêmio anda tão mal que até o Cruzeirinho, um time montado no Natal, mandou ele pra casa aqui da Copa Santiago.”

Alex Nicola
Advogado santiaguense

Artigo sobre irrigação
na lavoura repercute

O agrônomo e zootecnista Glauco Beck de Bitencourt enviou e-mail sobre o artigo de Ruy Gessinger, no qual ele falou das dificuldades em irrigar um campo como os dele, em Unistalda. Gessinger fez comparativos obre o custo de uma lavoura irrigada e o valor do produto nela colhido. Veja um trecho do e-mail.

Caro Ruy Gessinger

"Trabalho com agricultura e também com as atividades pecuárias e tenho boa experiência com a produção animal em pasto irrigado. Não sou teórico, vivo do meu negócio e tenho por princípio somente falar sobre coisas que domino. Li sua coluna no Expresso sobre irrigação e me ofereço para esclarecer bem sobre a prática de irrigação. Será um prazer recebê-lo, uma vez que deve passar em frente a minha propriedade várias vezes por semana.”

Leia no Expresso:

Tal pai...

O vereador Marcos Peixoto acaba de lançar uma obra-prima. Um calendário para seus eleitores, com sua fotona bem bonita, em meio aos números. Talvez seja o trabalho de maior amplitude em dois anos. Custou, mais saiu... Lindo mesmo! Baita trabalho!

Me lembro de quando o pai era deputado e que mandava todo o ano um presentinho desses para as pessoas. Contratava gente e minava as casas com os calendários iguaizinhos a estes que o filho hoje distribui. Só que os do pai, talvez tivessem uma ajuda de custo da Assembleia, da área de impresso e propaganda.

Eu creio que o calendário é indispensável para cada ser que pense de uma forma organizada, que precise de fato “saber dos dias todos os dias”. E aquelas pessoas mais pobres gostaram tanto do enfeitezinho de parede do deputado, que em muitas casas ainda jaz alguns deles, meio amarelado, meio comido por fungos, mas está lá, para o deleite do seu criador.

E há uma frase dita pelos que ganhavam esse presente que ficou marcada na minha memória até dia de hoje. “Pelo menos o nosso deputado lembrou de nós neste final de ano, nos mandou um calendário”.

E agora o filho segue o rastro do pai. Tomara que lembrem dele assim e vejam o impresso com sua carinha como um presente também. Afinal, eu gosto de gente que ajuda e alegra o nosso querido povo. E pode marcar o dia em que escrevi este texto, pelo sucesso que há de fazer. Marque aí, no teu CALENDÁRIO.

Poucas e boas...

Os locutores de A Voz do Brasil já aprenderam. Chamam Dilma de "presidenta". Só falta os resto da imprensa aderir, coisa que já fizemos há anos aqui no Expresso.

Paulino Salbego (PDT), vereador em São Chico e possível candidato a prefeito naquele município, foi fará curso para assumir como agente penitenciário.

Ivo Patias (Jaguari) promete desmentir a todos quando chegar a hora. Admiro o Ivo, gente do povo e homem honrado e pra essa eu quero um camarote. Se ele tem mesmo um ás na manga, vai render baldes de notícia aqui no Expresso.

O Leandro saltou bem longe das críticas sobre o Comude. E antes que alguém "incomude" mais, foi pra rádio dar explicação. Gato escaldado?

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Domingo histórico

No último domingo voltei à fazenda Itu, patrimônio histórico que pertenceu ao presidente Getúlio Vargas. Hoje, tudo é da família Nicola. Trata-se de um verdadeiro museu sobre o homem que marcou a história brasileira. Agradeço à dona Ubaldina Nicola, grande pessoa, anfitriã maravilhosa que tão bem nos acolheu. Agradeço ao Alex Nicola pela companhia.
Sombra boa, amizade, história e diversão na Fazenda Itu. Comigo estavam ainda o meu cunhado Neltair Silva e minha irmã Anita Lemes, que vieram de São José do Herval pra visitar a fazenda.

Neltair, Anita, eu, Alex e dona Ubaldina...

Neltair Silva e Anita Lemes, na histórica sala da lareira...


Carta de Getúlio escrita momentos antes de sua morte, em 1954.


Meu filho João Henrique, voltou deslumbrado. Na foto, ele, a mana Anita e dona Ubaldina. Muito verde, muita alegria...


Macaquices de um domingo...


João Henrique, ao lado do “busto” de um dos cavalos adorados pelos Vargas. Sorriso largo no rosto e cultura na cabeça.

Casa cheia de novo


II Fórum Latino-Americano de Literatura Contemporânea
IV Encontro de Escritores do MERCOSUL

Esses eventos foram promovidos pela Casa do Poeta, que se consolida em Santiago fazendos dois anos. À frente, o capitão Pasini, colaborador aqui do Expresso, pessoa que muito admiro e que a cada dia demonstra capacidade e visão para dar vez a quem gosta de escrever.

Não importa se a nossa cidade tem ou não tem poetas, porque poeta verdadeiro é aquele que entende a todos e ajuda a dar voz aos que tentam melhorar a sua escrita.

Sabemos que outras cidades foram berços de gente muito mais famosa que as nascidas neste torrão, mas temos um nome (Terra dos Poetas) que identifica os nossos, o resto é o resto... Eles que divulguem os deles.

E pra quem critica o nome Terra dos Poetas, amém, pois até os poetas mais famosos são criticados e, por incrível, seus nomes seguem em alta, como Paulo Coelho, por exemplo. Eu o destesto, mas não nego seu sucesso.

Como diria o sábio e querido Quintana: Esses que aí estão, atravancando teu caminho; eles passarão, você (Pasini) passarinho. Parabéns.

Algumas boas

Segunda de chuva. Pouca chuva, mas já é alguma coisa...

Hoje faltou luz ao meio-dia e depois a AES Sul enviou nota à rádio dizendo que caiu um "alimentador". Poucos sabem o que é... Ou seja, a maioria seguiu desinformada.

A Zero Hora publicou uma página sobre os signos e não conseguiu explicar o que muda ou não muda. Enrolou do começo ao fim. Faltou objetividade na matéria para que o povão entendesse.

O povão ficou mais atrapalhado do que nunca e pensa agora que a vida deles virou de pernas pro ar...

Não dizem nada com nada, mas creio que a tal mudança seja apenas na cabeça do tal astrólogo que a esteja sugerindo.

E sabe-se que o povo gosta dessas coisas, mesmo que o Rio esteja com a metade dos pobres sendo morta pela cheias...

Pior que essa só a "IMPRENSSA" que cobre a Copinha.

Adorei saber que a Copa andou pagando 12 mil ou 13 pruma tv de fora e mais 3 mil pruma rádio de Santa Maria. E, segundo alguns, agora estavam querendo inverter e passar a cobrar das rádios daqui pelos direitos de transmitir a final.

Pras de fora, se paga, pras daqui, queriam cobrar. São coisas...

Jaguari

De 17 de janeiro a 09 de fevereiro de 2011, a Comarca de Jaguari estará sob a jurisdição da Dra. Ana Paula Nichel Santos face ao gozo de período de férias pelo Dr. Gildo Meneghello Jr. (site da Justiça)

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Extra, extra!

NÃO PERCAM O PROGRAMA EXPRESSO NO AR DESTE SÁBADO, A PARTIR DAS 10 HORAS, NA CENTRAL FM.

VAI ESTAR UMA LOUCURA!

ASSUNTOS DA SEMANA, PIADAS, COPA SANTIAGO (SÓ AS PAULADAS)

E DOIS BAITA ENTREVISTADOS.

Boas

Certas entidades têm assessores de todo o tipo, até assessores que não assessoram ninguém.

Algumas câmaras, por exemplo, contratam gente para atuar no “departamento tradicionalista” no qual é preciso aprimorar a arte de “confeccionar” chimarrão.

A história do Ronaldinho com o Grêmio faz lembrar da história de amor entre Polga (foto) e Cruzeirinho.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Jaguari

Aida Fiorin com
as contas aprovadas

No mesmo processo envolvendo o ex-prefeito Patias, o Tribunal de Contas emitiu parecer pela aprovação das contas de Aida Fiorin, vice de Ivo Patias e que assumiu a prefeitura em duas oportunidades em 2008: de 14 a 24 de janeiro e de 9 a 29 de setembro.


Os conselheiros entenderam que às contas de sua Gestão Fiscal estavam de acordo com os preceitos legais e não indicaram nenhum apontamento. Com isso, Aida segue sem nenhum impedimento legal e poderá ser a candidata do PP nas eleições de outubro de 2012.

Estragos em
Porto Alegre

Uma hora de chuva é suficiente para causar vários transtornos na capital do Estado. Nesta semana, avenidas ficaram alagadas e muita gente ficou alagada dentro de casa ou nas lojas. O trânsito ficou interrompido e houve muitos prejuízos, devido as cheias e a insuficiência de escoamento.

Bate-Papo
no fórum

Ontem à tarde conversei com meu amigo Clovis Brum, ali no Fórum, onde fui pra uma audiência. E ainda bem que ele estava por lá, pois acabei me entediado por esperar.

De relance, vi o juiz Rafael Peixoto, um cara superbacana, apesar de ser durão como juiz. Me olhou e perguntou o que eu fazia lá. Aí expliquei que estava de “castigo”. Ele riu e brincou:
- Cuidado pra não te prenderem também”.

Mas voltando ao Clovis, ouvi ele dizer que trabalhou bastante nesta semana, tendo que vacinar seu gado. Respondi no pé da letra ao me amigo professor:
- Engraçado, só ouço gente falando "vacinei meu gado", "vi meu gado", "fui vender meu gado"... Todos têm gado nessa cidade, só eu que não. Nem pra “tocá gado” eu sirvo.

O Clovis, brincalhão como sempre, lascou essa:
- É, mas tu só telefona e te levam a picanha que quiseres.

Não é bem assim, meu caro Clovis. Tenho que dar muito duro pra sobreviver e depois ainda aguento alguns que me olham na cara e dizem que eu “me intitulo jornalista”. Que coisa. Como eu sofro.

E meu time, que poderia me dar umas alegrias perde pruns nós-cegos ali do outro lado do mudo. Menos mal que não banquei o bobalhão, indo lá assisti-lo.

Abraços ao Clovis e também ao Dr. Sérgio Bragatto, leitores deste blogue, a exemplo de Miguel Garaialdi.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Curtas esportivas

Ninguém tem amores pelo Cruzeirinho. No último jogo, contra o Danúbio, só 169 pessoas pagaram entrada. Também, a uma semana da copa havia menino chegando... Culpa da pobreza do nosso Cruzeiro. Solução mágica não existe.

Ronaldinho, finalmente, acerta com o Flamengo. E até anteontem havia neguinho gremista sonhando. Não sabem que ninguém joga mais por amor. A não ser aqui na várzea mesmo, e olhe lá. Conheço alguns que batem no peito e dizem: sou um dos poucos que ganha pra jogar.

Com essa, evidencia-se que o craque fez sujeira na saída e, agora, na chegada.

Artigo recebido

A bizarrice de um
deputado estadual

O deputado estadual gaúcho, Gilmar Sossella (PDT), protocolou, dia 11, o documento que propõe que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa tome as providências necessárias a fim de declarar os Senhores Ronaldo de Assis Moreira, conhecido como Ronaldinho Gaúcho, e seu irmão e empresário Roberto de Assis Moreira, persona non grata no Rio Grande do Sul. E tudo porque o Ronaldinho preferiu o Flamengo ao Grêmio.

Com todo o respeito ao deputado e à sua vida pública, não é por essa forma que se pretende educar uma sociedade e preservar a cultura gaúcha. Revanchismo não faz parte de povos civilizados. E eu fico a imaginar até que ponto vai a extravagância conservadorista e provinciana desse parlamentar. Como considerar "persona non grata" a família Moreira, que recolhe impostos ao Estado com os investimentos imobiliários que aí possui e cujas contribuições vão pagar justamente as benesses públicas dos senhores parlamentares? Ora, o deputado está indiretamente provocando a agressividade pública contra cidadãos. E isso é inaceitável.


Vivemos em pleno século 21, e será que a crucificação de Cristo ainda não serviu de exemplo aos acusadores irresponsáveis? Vamos devagar com o andor, deputado! Não confunda alhos por bugalhos. Não traga ao Parlamento problemas de foro particular e clubístico. Não seja ridículo perante o Brasil. Ostente a bandeira do Rio Grande com altivez, sem picuinhas domésticas. O senhor não pode falar em nome do povo gaúcho para defender o glorioso Grêmio Futebol Clube. E como ficam os torcedores do Internacional? Eles concordam com essa moção de repúdio estapafúrdia?

Júlio César Cardoso
Bacharel em Direito e servidor federal aposentado

RG. 394.437
Tel.47-33634184
Balneário Camboriú-SC

Rigores na concentração


Soube que a bruxa tá solta pros lados dos meninos do Cruzeirinho. Rigores na concentração: acabou o celular e, conforme o Paulo Pinheiro, nem TV. E se não ganharem hoje, de novo, vão cortar o quê? De certo irão capá-los...

Alguém teria dito que o garoto que não quiser jogar, que pegue as trouxas. Ué, mas o teinador não disse que era só ele o culpado pelo fiasco contra o Danúbio?

Uma boa mijada até que ajuda, mas esse negócio de cortar tudo é pior. Dexará os meninos mais tensos ainda. No fundo, eles sabem que não têm preparo físico e muito menos futebol a ponto de jogar de igual pata igual com os demais atletas da Copa.

E não custa dizer a velha frase: se concentração ganhasse jogo, ninguém ganhava do time do presídio.

Curiosidade

  1. De aorcdo com uma peqsiusa
    de uma uinrvesriddae ignlsea,
    não ipomtra em qaul odrem as
    Lteras de uma plravaa etãso,
    a úncia csioa iprotmatne é que
    a piremria e útmlia Lteras etejasm
    no lgaur crteo. O rseto pdoe ser
    uma bçguana ttaol, que vcoê
    anida pdoe ler sem pobrlmea.
    Itso é poqrue nós não lmeos
    cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa
    cmoo um tdoo.

    Sohw de bloa.

Expresso no Ar


Estacionamento
só para as elites

Nunca havia visto o prefeito Ruivo tão decisivo, como vi e ouvi no último Expresso no Ar, pela Central FM. Numa das suas frases mais fortes, disse que o estacionamento em Santiago é usado apenas pelas “elites”, quais sejam: servidores de órgãos públicos importantes, como os do Fórum, Banco do Brasil, Caixa Federal... “O povo e os visitantes não usam o espaço como deveriam”, desabafou.

Júlio Ruivo,
supertécnico e...

E sobre o fato de privatizar o estacionamento, lascou outra explicação que é e dar inveja a qualquer administrador. Ruivo mandou os afoitos que têm pressa na questão, que tirem o cavalo da chuva, pois ele não fará nada sem estudo técnico. Lembrou ainda que o rotativo é algo caro pra ser implementado e que precisa ter lisura, seriedade em seu funcionamento pra não privilegiar ninguém.

...determinado

Conheci Júlio Ruivo ainda quando era vereador. Depois, o vi atuar na presidência da câmara, sempre dando preferência aos estudos técnicos para qualquer obra. E não nega seu estilo, mais técnico do que político, nem faz questão que pensem diferente sobre ele. Em seus discursos sempre foi firme, categórico. São por essas e outras que chegou a prefeito.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Credibilidade
ou nulidade?

Interessante o comercial de um engenheiro civil de Santiago, afirmando a sua "credibilidade" no que faz. Sim, mas é bom lembrar que alguns estão putos da cara com essa figura e vão entrar na Justa contra ela, pois deixou a casa do cara com 50 problemas. Até chove dentro. Bota credibilidade nisso.

Artigo do dia

Pior que é...

De tempos em tempos, surgem as famosas pragas linguísticas, frutos do próprio povo, o qual até ajuda a compor os dicionários. Começa assim; nasce uma expressão e, à medida que o tempo passa, vai sendo dilapidada, cortada, encurtada (como queiram).
Agora mesmo surgiu o “pior”. Virou mania. Alguém diz uma coisa e, o outro, para concordar, apenas diz “pior”, “pior”... Essa palavra foi o que restou de uma frase completa, conforme os diálogos abaixo:

- Essa viração de temperatura indica que teremos chuva bem na hora da nossa festa.
- Pior que vai chover mesmo.
- Meu time entrou tão mal na Copa Santiago que acabou levando uma goleada.
- Pior...
Viram, como é que a moda pega? E o “pior” é que virou vício mesmo.

Mais algumas


Voltei lá nos despachos à beira do lajeado e notei que alguém se doeu com o editorial do Expresso. Só que, em vez de retirar as podridões de lá, resolveu queimá-los no mesmo local, como se isso não poluísse o ar. Eta gente de cabeça pobre essa nossa!

O prefeito Ruivo disse no Expresso no Ar que são as elites que usam o estacionamento em Santiago. Servidores públicos de órgãos importantes, lojistas e seus funcionários. O povo em geral e os visitantes, se quiserem, que estacionem lá num bairro.

Nesta semana um motorista levou uma multa por ter ficado umas quatro horas num mesmo local, local proibido, por sinal. Bem feito!

Outros que estavam fazendo pegas também levaram, mas aí revidaram chamando advogado etc. Não é assim que se faz, minha gente! Vamos ter a dignidade e aceitarmos nosso erros. Que jovens vocês são?

Ronaldinho

Como um velho colorado
Vizinho do Tio Artêmio
Parei de beber parceiro
E agora sou abstêmio
Eu só queria te pedir
Sem despesa de laudêmio
Pra me ajudar na empreitada
De dar uma taça e um prêmio
Pra esse craque genial
Que é o RONALDINHO boêmio
Que deu UM chapeuzinho no DUNGA
E DOIS no time do GRÊMIO!!


(Anônimo que circula na internet)

Os feras da região


Esta postagem dedico inteiramente ao meu colega Denilson Cortes, um dos nossos jornalistas aqui do Expresso, o qual passou em 3° na seleção para o curso de pós-graduação em políticas públicas e desenvolvimento local, do IFF - S. Vicente.


Palmas também para o meu amigo Ivori Guasso Júnior, vereador em Nova Esperança, que ficou em 2°. O 1° foi de Eliane Martins Benvenhu de Souza.


Outra santiaguense que passou bem foi a tesoureira da Câmara, Karoline Oliveira de Souza, colega do Denilson de Unopar. A todos vocês, os votos de felicidades em mais este desafio e quem ganha com isso é a nossa região. Parabéns.

Notas da Copa

Liguei na rádio Central ontem à noite e tive um arrepio ao ouvir o Gonô dizendo: "Falamos direto do estádio Alceu Carvalho...".

Por momentos, pensei que até a nossa jovem emissora estaria privando a todos de uma programação mais agradável, com música e informações. Menos mal que eram só flashes. Ufa!

Respeito a decisão dos colegas, mas ligar todas as rádios e só ouvir jogo, é dose! Ninguém merece, ninguém aguenta, ainda mais após o banho que a Verdes e a Santiago estão dando.

Até recebi um amigo que estava de aniversário, aí liguei pra uma rádio e ofereci a ele um gol e uma dessas enfadonhas entrevistas de jogadores, que só se alterna mediante a derrota ou vitória do seu time.

E quando eu me preparava para elogiar mais a equipe da Verdes, com um baita narrador etc, etc, ouvi o meu querido amigo Rafa fazer um autoelogio, de que alguém teria dito que estavam muito bem... Hummmm.

Falando em autoelogio, lembrei da abertura da Copa. Todos os hinos dos representantes foram executados, todos foram aplaudidos. Òtimo. Decisão acertada. E quando ouvimos o nosso, de novo, palmas. Aí, estamos errados. Aplaudir o próprio hino significa autolouvação.

(Só se aplaude o hino da gente quando este for executado ao vivo, porque aí, os aplauso seriam para os músicos).

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Alegria em casa de pobre...





Bem dizia minha tia: "Alegria em casa de pobre é sinônimo de choro mais tarde". Alegria na abertura, choro durante a competição (Copa Santiago Juvenil).

Tá brabo! Estamos sofrendo na carne mais uma vez a fraca atuação do Cruzeirinho. Uma pena, depois de uma festa tão bela na abertura, conforme mostram as fotos, temos este fracasso com a bola no pé.

Por enquanto foram duas partidas, duas derrotas. Uma para os paraguaios (Guarani) outra pra os uruguaios (Danúbio. 5x0).
Bem que poderiam ter vindo aqueles pernas-de-pau de Posadas pra ver se ao menos uma a gente papava, só pra não ficar no rabo da canoa.
E pelas pedreiras que teremos ainda, com Vasco, Grêmio e América, nem o espírito do Jorjão fará com que os santiaguenses avancem. Pelo jeito, "já foi, já foi".

Poucas e boas...

A semana começou agitada para a nossa equipe, e assunto não falta. Um calorão de rachar e a falta d'água é algo corriqueiro em nossas vidas. Os entendidos dizem que o sistema que traz a água da Corsan pra cidade não consegue dar conta do consumo.

É mais um pepino pro (ainda) gerente Joel Bonfim tentar resolver quando voltar das férias. Sei que ele sempre foi dedicado, mas dessa vez creio que não vai haver jeito. A não ser que o governo mande concluir de vez a rede que amplia a distribuição, principalmente nas áreas mais altas da cidade.

E o Grêmio desiste de Ronaldinho, o qual mudou o foco para o Flamengo. Na real, somos todos uns otários em ficar dando bola para esse assunto. Jogador vai atuar onde lhe for mais conveniente para o bolso. Lógico!

Não dá pra entender a nossa economia. Quando o dólar estava em alta, deveria baixar e, agora, com o real mais valorizado, o dólar em baixa, o governo avisa que é preciso "conter"o real. Balança, tudo é questão de balança.

Casa do Poeta em festa

Animais

Caro Lemes

MAUS TRATOS EM SÃO CHICO

Escrevo a ti para denunciar algo que realmente deprime a nós amantes dos animais. A novela tão comentada em São Chico sobre o "CANIL" nada mais é do que um local aonde se praticam absurdos contra os cães. Lá são jogados sem passar por qualquer tipo de exame, doentes, passam fome, não há a menor higiene ou sequer qualquer tipo de trato aos mesmos. Dá muita pena de ver o estado em que os cães se encontram lá. Não é possível que o município ou algum vereador vá apoiar uma barbaridade dessas encabeçada por alguém que só quer aparecer. Os bichos não tem culpa de estarem na rua, mas recolher os mesmos para passarem por uma tortura, é um absurdo.
E.P.

domingo, 9 de janeiro de 2011

O Riograndino...

... não me larga

Caro João, fico feliz por responder minhas criticas, não sou falso, e você sabe bem como funciona personagens, pois teu jornal possui dois! Ou estou enganado?! Tenho até twitter twitter.com/riograndinojust

Em relação à Copa creio que você se “expressou” de forma exagerada! Se estes são os fatos, você deve esclarecer aos teus leitores e a comunidade de Santiago!

Agora, ficar largando acusações soltas no ar, sem fundamento, aí fica difícil!

Sei que teu jornal é privado e tal, que paga imposto e tudo mais. Mas você sabe que tem a responsabilidade como formador de opinião de sempre tratar a informação da forma mais clara o possível também!

Todo o evento realizado em qualquer parte do mundo tem seu pró e seu contra, em santiago não é diferente, só acho que usar colete fornecido pela organização não vejo problema pois em qualquer outro tipo de torneio se faz o uso destes que são fornecidos pelos mesmo, para apenas identificar quem é quem, imprensa, etc.


(Riograndino Justo da Silva)

Contas dos prefeitos

Ola João,

Nao foi só em Jaguari que o TCE andou rejeitando as contas
veja o que diz o TCE sobre as contas do Prefeito Ernani, de 2008.


O Ministério Público de Contas, por sua vez, registra que a insuficiência financeira verificada em 2008 é superior em relação àquela existente em 2004, sendo possível concluir que o Administrador não buscou o equilíbrio fiscal durante o período de Gestão, visto que chegou quase a “zerar” (R$ 81.799,04) as insuficiências financeiras no exercício de 2007, voltando apresentar a situação irregular nos dois últimos quadrimestres do mandato.
(omiti o nome do informante a meu critério)

(vejam só... Nesta semana, veremos mais esta bomba...)

Anônimo disse:

SOBRE A COPA

"E isso aí João Lemes. não é por acaso que o EXPRESSO é um dos maiores periódicos semanais do interior do estado e o mais lido da região. Já um teu colega de imprenssa, primeiro falou da Copa e depois tomou um pito "eu sei de quem", e por umas credenciais, no mesmo dia mudou sua opinião e passou a elogiar o evento. O resultado e a credibilidade tua em comparação a dele.
Vá em frente. Teu eterno leitor e admirador."

Da Serra

Como é bom saber que o Expresso é querido até fora daqui. Vejam esta:

Olá!

Sou santiaguense, e assim como muitos, resido em Caxias do Sul há aproximadamente 5 anos, trabalho em um Plano de Saúde e curso Fisioterapia.
Estou curioso pelas notícias da cidade e também da nossa Copinha! Entrei no site do jornal, porém não encontrei informações o bastante, o que me deixou mais curioso ainda.

Assim como em Caxias do Sul, há, também, muitos santiaguenses em Bento Gonçalves e acredito que grande parte, senão todos, devem ficar curiosos por notícias também.

Não sei se é viável, mas gostaria de deixar uma sugestão. Disponibilizar um jornal on-line mais completo ou porque não viabilizar a distribuição aqui na Serra?!

Fica a sugestão. (Eduardo Hoisler)

Algumas

Vanessa e João Henrique brincam no lajeado.

O tio, a Vanessa, a mana Tereza e eu.

Desde sexta não entro aqui para dar satisfação a vocês sobre as novas. Elas estão todas na escola, como diriam os piadistas eh, eh, eh... Estou com visita em casa. Minha irmã, a Tereza, veio lá de Cruz Alta pra nos ver.

Sexta assisti à abertura da nossa Copinha. Maravilha de show. Só foi, só foi... Grande homengem ao Jorjão.

Sábado fizemos nosso Expresso no Ar, ouvindo o Rúderson, o prefeito Ruivo e o Pelé, presidente da Câmara. Amanhã eu darei umas alinhavadas no que eles disseram.

Sábado à tarde fiz um programa diferente. Fui à fazenda do meu amigo Luiz Gomes, visitar o tio Valdomiro que mora lá com ele. Levei a mana e a sua filha Vanessa, mais o João Henrique para apreciarmos a natureza. Depois eu conto.

Acabo de voltar lá do Tênis Clube, onde deixei as crianças pra se refrescarem. Neste momento (16:20) uma chuvinha anima Santiago e refresca o clima, o qual deve esquentar lá pelas 21 horas, com o primeiro Grenal da Copinha.