quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Eu agora sou só eu

(João Lemes) Tentei ser revolucionário, virei um brigão. Tentei ser sincero, fiquei grosseiro. Tentei ser inteligente, virei esperto. Tentei ser crítico, virei  chato. Tentei ser realista, virei pessimista.  Tentei ser humilde, virei ingênuo. Tentei ser educado, virei  subserviente. Tentei ser alegre, virei tolo. “Tentei tanta coisa que esqueci de ser eu mesmo. Agora descobri que o bom da vida está na arte de saber medir nossos desejos e impulsos. Portanto, hoje não sou o que querem que eu seja, tento ser apenas eu.

2 comentários:

Amélia Simões Schwertner disse...

Parabéns, amigo João Lemes, concordando com a nossa amada Rosane, saudades..., que dizia que irias surpreender a todos com tua inteligência e grande capacidade de síntese
Parabéns!

João Lemes disse...

Grato pelo apoio e incentivo, querida amiga! Saudade!