terça-feira, 6 de novembro de 2012

Sim ao corte das "viúvas" da 287


Todos opinam sobre as árvores da BR 287. Os menos esclarecidos não querem que cortem nada, pois a culpa pelas mortes é do próprio e desgraçado motorista. Agora, até quem vive cortando árvore sem critério algum virou defensor desses pínus. Estranho, não? Já os mais estudiosos são favoráveis à retirada, pelo menos das "viúvas" -  aquelas sozinhas que estão quase dentro da pista. 

Como vimos, a divisão de pensares é natural. E sempre há o discurso fácil, aquele que manda dar revólver ao cidadão porque ele não é bandido (nem vai virar) e que a arma sozinha não mata ninguém. Dizem também que, caso tiverem que parar de vender armas, tem que parar de vender carros, cigarros, veneno, faca e até cordas (no caso dos que se enforcam), pois tudo mata. Ora, claro que tudo mata! Nascemos para isso, para morrer. Viver já é um risco...

 Mas é bom esclarecer que de fato a maioria das falhas são humanas. Seja por alta velocidade, descuido, beberagem, entretanto, não estamos aqui para apontar os errados, mas pra tentar evitar que esses "errados" morram. E não adianta se vingar dos errados dizendo que os pínus são santos, que não andam, que não matam e se for por isso, vamos tirar as montanhas, as pontes, os postes etc. 

Nesse contexto, lembramos: há muitas leis contra nós para salvar a nos mesmos, caso do uso do cinto, capacete e assim por diante. Óbvio, ninguém vai tirar os postes, as montanhas, os rios, as curvas porque isso é impossível, mas o que for correto e fácil de  fazer para salvar os errados e os certos, vamos fazer. E cortar uma árvore que não é nativa será o de menos, pois ela pode ser plantada em outro lugar, a vida, não.

Um comentário:

Dj70 disse...

Acredito que seja simples de resolver, pois o problema são as arvores que invadem a pista, e os defensores da natureza,muitos dos quais ajudam a acabar com ela precisam pensar na segurança de quem utiliza a BR.Outro dia viajando observei árvores que são um verdadeiro perigo para os motoristas, pois estão num nível mais elevado, e a tendência é cair com o primeiro vento forte. Não sei porque tanta controversia nisso.